Os últimos dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde revelam que só no Brasil existem mais de 30 milhões de animais abandonados. Nessa realidade, as ONGs que resgatam ficam superlotadas e é preciso que aconteça a adoção para que outros animais sejam ajudados. 

Leia também: Gato desaparecido há 11 anos reencontra sua família

O grande problema é que hoje muitas pessoas ainda optam pela compra do animal de estimação em vez da adoção . Na tentativa de mudar essa realidade algumas ações estão sendo feitas na Pet Experience , feira que acontece em São Paulo nesta sexta-feira (30), no sábado (31) e no domingo (1). 

No stand da Super Secão há um painel, onde a cada assinatura de um visitante da feira será doado um tapete higiênico para a ONG Associação Paulista de Auxílio aos Animais (Apaa). "É uma forma de conscientizar, apoiar a causa e incentivas as pessoas a adotarem e não comprar. Sempre buscamos pela consciência social", conta Renata Valverdes, representante da marca. 

Você viu?

painel de assinaturas
Jade Lourenção/ Portal IG
Painel de assinaturas; a cada assinatura um tapete higiênico é doado para ONG

A ONG Apaa também aproveitou o espaço para levar cachorros resgatados. Para adotá-los é preciso levar CPF, RG, comprovante de residência e pagar uma taxa de R$ 100,00. Todos eles já estão castrados, vermifugados e vacinados. Além disso, no momento da adoção o novo tutor ganha um kit com ração e um pacote de tapete higiênico. 

Já no stand da ONG Adote um Gatinho há uma sala para brincar com os gatos que procuram um lar. Também é possível conhecer um pouco mais sobre eles, os cuidados necessários, tipos de ração, de ambiente e receber conselhos de especialistas. 

Espaço da Adote um Gatinho para brincar com os gatos
Jade Lourenção/ Portal IG
Espaço da Adote um Gatinho para brincar com os gatos

Leia também: Defeito de nascença faz cachorro parecer que está sempre sorrindo

No caso dos gatos o processo de adoção é mais complexo. "O adotante entra no site, escolhe o gatinho que deseja, preenche uma ficha que vai ser avaliada e se estiver tudo certo um voluntário visita a casa dele. É preciso fazer a vistoria para ver se as janelas são teladas, se não tem rota de fuga e ter certeza que o animal estará seguro", conta Thais Satii, voluntária da ONG. 

A expectativa é que muitos animais de estimação sejam adotados, já que o fluxo de pessoas durante os três dias da feira pet deve ser grande. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários