Tamanho do texto

Lauren limpa a casa minuciosamente quando o dono do imóvel faz vistoria e sempre se surpreende com a quantidade de pelos deixada pelo bichano

Algumas casas e apartamentos alugados não permitem animais domésticos. Isso é muito comum nos Estados Unidos, e mesmo assim, alguns tutores tentam manter os pets na clandestinidade. Esse é o caso de Lauren Orloff, que vive bem com seu gatinho “proibido”.

Leia também: Homem tem reação inesperada ao perceber que cão não conseguia fazer cocô

O único problema é que o dono do imóvel às vezes vai vistoriar o local, e isso faz com que Lauren fique de joelhos no chão recolhendo os pelos de seu gato. “Ele é um bom animal de estimação , ninguém sabe que ele mora aqui comigo”, escreveu no Facebook. Só que nessas ocasiões a tutora deve ser minuciosa para não deixar rastros do pet.

Pelo de gato e gato arrow-options
Facebook/ Lauren Orloff
Pelo de gato e gato


Lauren conta que precisou usar um rodo para tirar os pelos do gato do carpete, mesmo depois de ter utilizado um aspirador de pó. “Eu tenho um daqueles aspiradores portáteis, mas parece que terei que comprar um grande para recolher todos os pelos de forma eficaz.” E, depois de muito tempo, ela viu o tanto de pelagem que o bichano espalha pela casa.

Pelo de gato em apartamento arrow-options
Facebook/ Lauren Orloff
Pelo de gato em apartamento


Uma montanha de pelos quase do tamanho do gato foi revelada quando Lauren terminou sua missão. Por sorte ela não precisou lavar o carpete, e o dono do imóvel não descobriu o morador clandestino.