Tamanho do texto

A prefeitura de cada cidade pode oferecer serviço gratuito de incineração, mas existem empresas particulares que oferecem até velório para o pet

Perder um animal de estimação para muitos é semelhante a perder um membro da família. Os animais fazem muita diferença na vida de seus tutores, mas infelizmente eles não são eternos. Hoje em dia, neste momento triste, diversas empresas oferecem serviços funerários para pets, que podem ter desde velório, até cremação ou sepultamento.

Leia também: Gato vai ao velório de sua dona que morreu em acidente de ônibus em SP

cachorro e gato dormindo
shutterstock
Serviço funerário para animais funciona igual os para humanos


Quando o animal de estimação falece muitos tutores não sabem a quem recorrer. A prefeitura de São Paulo oferece serviço de incineração gratuita para cadáveres de pets. Para isso, o tutor deve ensacar o animal e levá-lo até um dos transbordos da cidade, em Santo Amaro ou Ponte Pequena.

Localização

  • Transbordo Santo Amaro: Rua Miguel Yunes, 343. Horário para recebimento de animais mortos: 9h às 18h, todos os dias, inclusive finais de semana e feriados. Telefone: 5613-1530
  • Transbordo Ponte Pequena: Av. do Estado, 300. Horário para recebimento de animais mortos: de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h. Sábados domingos e feriados, das 10 às 15h. Telefone: 3331-2811

Porém se o tutor quiser optar por uma cerimônia, seja cremação, velório ou sepultamento, ele deve entrar em contato com serviços particulares. Existem diversas empresas que oferecem este tipo de trabalho, e muitas delas oferecem também lembranças como impressão digital da patinha do animal, urna especial e até lápide.

A veterinária Gabriela Giordano Basso Alves alerta para o valor do serviço de resgate. “O preço varia de acordo com o peso do animal. Um pet pesado e grande vai ter um valor maior para ser recolhido, assim como cremado ou sepultado”, afirma.

Leia também: Mulher encontra cão "perdido" em parque com bilhete engraçado na coleira

Mas como escolher o serviço funerário para animais ideal? Gabriela explica que em alguns casos a cremação é obrigatória. “Em casos de suspeita de zoonoses como esporotricose, leptospirose, leishmaniose e raiva há obrigatoriedade de cremação.”

No entanto, se o pet faleceu por idade avançada ou alguma doença que não seja considerada zoonose, vai da preferência do tutor cremar ou sepultar. A vantagem do sepultamento é que é possível “visitar” o animal, ou seja, ir ao local onde ele está enterrado. Na cremação, as cinzas muitas vezes são espalhadas em jardins dos próprios crematórios.

Leia também: Foto de cão viajando "dentro" de bolsa em Nova Iorque viraliza

Hoje em dia existem também empresas que transformam as cinzas em pingentes, eternizando o animal em um objeto. Os preços variam de acordo com cada serviço particular e também com o peso e tamanho do cão ou gato . É sempre importante entrar em contato com a empresa que preferir para fazer um orçamento caso o pior aconteça com o pet.