Tamanho do texto

Os donos de Cheeto perceberam que ele estava ficando muito gordo e resolveram colar avisos pela universidade

Os estudantes de Física da Universidade da Califórnia tem um pet comunitário, um gato laranja chamado Cheeto. Porém, de uns meses para cá, eles perceberam que o gatinho estava ficando mais ‘cheinho’, e cada vez mais pesado, mesmo continuando comendo o mesmo tanto de ração de sempre.

Leia também: Após dizer que não quer gato, homem se torna inseparável com o pet

Gato gordo Cheeto
Facebook/Reprodução
Gato gordo Cheeto


O que estava acontecendo é que outros estudantes e pessoas da faculdade davam comida para Cheeto mesmo ele não passando fome, e isso o fez ficar acima do peso . Para tentar combater o problema, os donos do gato colaram avisos pela universidade mostrando infográficos e imagens que comprovam o quanto o felino está ficando obeso.

A ideia viralizou na internet, fazendo com que as imagens dos avisos ficassem famosas. “Por favor, não o alimente, não importa o quanto ele mie”, escreveu um. Eles esperam que o gato gordo comece a ficar saudável depois dos comunicados colados pela universidade.

Leia também: Alimentação ideal da cacatua deve ser variada; veterinária explica

Confira:

Gato gordo
Facebook/ Reprodução
Gato gordo





Gráfico
Facebook
Gráfico em que o formato de Cheeto é o circulado

"O nome dele é Cheeto, e ele tem um sistema de ração próprio no departamento da Física. Ele come todo dia de manhã! Nós gostamos desse gato, já que ele nos dá apoio emocional quando a matéria acaba com a gente. Ele ficou muito gordo para sua saúde, por favor não o alimente, não importa o quanto ele peça! E ele vai pedir, porque sabe que não resistiremos. E os esquilos que comem a ração extra que vocês dão para Cheeto estão desenvolvendo problemas no coração."


gráfico
Facebook
Gráfico de alimentação de Cheeto