Tamanho do texto

A polícia acredita que a casa funcionava como um criadouro de animais não legalizado; pets não tinham comida, água ou espaço para se mover

Onze cães e oito gatos foram resgatados de uma casa onde ficavam mantidos em gaiolas. A apreensão aconteceu em Canoas, no Rio Grande do Sul. Segundo a veterinária que acompanhou a operação, os animais estavam tão magros e debilitados que não chegaram a desenvolver seus músculos.

Leia também: Muita fofura! Funcionária tira fotos de cachorros que passam por drive-thru

gatos
Facebook/Reprodução
Cães e gatos foram encontrados em gaiolas


Segundo o relatório da polícia, a casa parecia ser um criadouro de animais para venda. Os cães, da raça Labrador e Pinscher, ficavam restritos em gaiolas de passarinho, e os gatos, da raça Siamês, ficavam presos em quartos sem comida, água ou iluminação. Tudo isso no fundo da casa dos criadores, que responderão pelo crime de maus tratos aos animais.

Leia também: Shopping em São Paulo inaugura banco de doação de sangue animal

Os cães e gatos foram levados para Centro de Bem Estar Animal de Canoas, serão castrados e tratados de seus problemas de saúde antes de serem encaminhados para abrigos que ficarão responsáveis pela doação.