Tamanho do texto

Ninguém sabe de onde o animal veio, só que ele gostou de fazer companhia para um homem em seu pós-operatório

A recuperação de uma cirurgia não é um momento fácil, mas para o pai de Andrew Fallon se tornou mais agradável depois que um gato fofo invadiu a casa dele e se deitou em seu colo. 

Leia também: Coruja adota ovo de pato e o protege até o dia do nascimento

Andrew contou o que aconteceu em seu Twitter junto com a foto do gato fofo  dormindo ao lado de seu pai. “Meu pai está se recuperando de uma cirurgia e minha mãe o deixou descansando com a porta do quarto levemente aberta. Meus pais não tem um gato.”

gato fofo
Twitter/ andrewfalloon
Gato fofo e o pai de Andrew


O motivo pelo qual o gato foi fazer companhia para o pai de Andrew é um mistério, mas como os felinos são animais que possuem um “sexto sentido”, é possível que o bichano tenha sentido que o homem estava precisando de um cuidado extra e se prontificou a deitar perto dele.

Os seguidores de Andrew no Twitter brincaram que ninguém nunca adota um gato, o gato que adota o humano, como foi o caso do pai dele e o companheiro pós-operatório. Outro seguidor disse que o gato do vizinho fez companhia quando ele estava de cama com gripe em um Natal.

Leia também: Filhote de gato resgatado é do tamanho de bola de tênis e conquista fãs

O gato fofo fez tanto sucesso que a postagem teve mais de 50.000 likes no Twitter. Andrew e seus seguidores estão certos de que os bichanos têm poderes curativos, e que a “gatoterapia” é um dos melhores tratamentos quando se trata de companhia.