Tamanho do texto

A pesquisa realizada pela GSS (General Social Survey) foi feita nos Estados Unidos entre abril e novembro de 2018

"Cat person" e "dog person", ou seja, pessoa que gosta de gatos e pessoa que prefere cachorros, é uma divisão muito conhecida e, às vezes, usada para conhecer melhor a pessoa em questão. Um estudo realizado pela GSS (General Social Survey), uma organização da Universidade de Chicago, trouxe mais uma informação para essa divisão: os donos de cachorro de estimação são mais felizes do que os de gatos. 

Leia também: Cadela levada por enxurrada no Rio de Janeiro é encontrada

cachorro de estimação dormindo com dono
shutterstock
Estudo aponta que ter cachorro de estimação faz dono mais feliz do que gato

A amostragem utilizada para o estudo feito entre os meses de abriel e novembro de 2018 foi pequena, entre 1500 e 3000 pessoas. Os pesquisadores avaliaram uma série de critérios dos norte-americanos selecionados, e concluíram que 36% dos donos de cachorro de estimação se consideravam “muito felizes”, comparados com apenas 18% dos donos de gatos com o mesmo pensamento.

Leia também: Dona improvisa tipoia para fazer carinho em seu gato idoso

Claro que ter um pet não era o único fator que implicava na felicidade dos tutores, outros motivos externos poderiam também melhorar o humor dos humanos. Mesmo assim, o estudo revelou que quem tem um cão tem mais probabilidade de se casar e ter uma casa própria, diferente da maioria dos donos de gatos – e esses são dois fatores que melhoram a qualidade de vida.

Com um cachorro a casa precisa ser maior, provavelmente ter espaço aberto e até jardim. Isso traz benefícios para a saúde humana, além de ser bom para o animal. Como gatos são flexíveis e não precisam de tanto espaço, eles podem morar em qualquer lugar, desde uma residência imensa até um apartamento pequeno.

Além disso, cães precisam passear e praticar atividades físicas em locais amplos. Isso significa que pelo menos meia hora do dia será dedicada, provavelmente, ao ar livre junto com o animal, ou seja, exercício também para o dono, o que libera endorfinas e traz a sensação de bem-estar.

Leia também: Mulher adota bode de estimação para evitar que ele seja sacrificado

Não é por isso que ninguém deva ter gatos ou desistir do bichano. Os felinos, assim como qualquer outro pet, trazem felicidade e melhoram a qualidade de vida dos humanos. Tudo depende da rotina que o tutor leva, se fica mais em casa, se é ativo fisicamente e a disponibilidade de atenção para dar ao animal.

Gato, coelho, peixe, ou cachorro de estimação são ótimos companheiros, e a companhia desses animais já diminui a pressão arterial, além de controlar os níveis de estresse dos donos. A única diferença é que alguns desses bichos são mais ativos do que outros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.