Tamanho do texto

O corpo da Baleia-azul morta foi levado pela correnteza até a praia de Punta Delgada, no extremo sul do Chile

A possibilidade de entrar em contato ou apenas avistar um animal silvestre raro enche os olhos de muitas pessoas. Alguns turistas e locais que estavam na paria de Punta Delgada, localizada no extremo sul do Chile, no último sábado (17), foram surpreendidos com o corpo encalhado na areia de uma Baleia-azul. Foi então que uns decidiram subir no animal para tirar fotos. Chegaram até a escrever na pele morta, causando cortes profundos. 

+ Filhote de Pitbull é resgatada quase congelando e vídeo viraliza

Baleia-azul chegou morta à praia do Chile
Reprodução Twitter
Baleia-azul chegou morta à praia do Chile

Fotos do ocorrido foram parar nas redes sociais. A postagem do chileno Rodrigo Saavedra em sua conta do Twitter mostra duas mulheres posando para fotografia em cima do mamífero e a frase "Ana eu te amo" escrita em seu corpo. Como forma de denúncia e pedido de respeito aos animais o rapaz relatou a situação: "Uma Baleia-azul de 21 metros encalhou em Punta Delgada, a 117 km de Punta Arena, e foi arranhada com dedicatórias, teve cortes profundos e duas mulheres ainda subiram nela". 

+ Cadela e macaco tornam-se amigos inseparáveis após tragédia em suas vidas


 A publicação alcançou mais de 13 mil curtidas e 19 mil comentários. Alguns internautas ficaram revoltados com a situação e a atitude das pessoas presentes na praia. "Me dá vergonha saber que não se tem um pouco de consciência, de empatia", "Que falta de respeito a natureza e a si mesmo por esse comportamento sem justificação" e "Que nojo da humanidade" foram alguns dos comentários. 

+ Vídeo publicado em rede social denuncia ração contaminada por larvas

Além de ser a maior baleia existente e raramente ser encontrada na região, a Baleia-azul está em extinção. Esses mamíferos costumam medir cerca de 30 metros, podendo pesar até 130 mil quilos. Ainda não há informações sobre o exemplar que apareceu na praia chilena, apenas que chegou ao local já sem vida e teve o corpo levado pela correnteza marítima até lá. Estudiosos cercaram a área para estudar a situação, mas acreditam que a fatalidade se deu por inanição, já que não havia outros machucados além dos causados pelos turistas. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.