Tamanho do texto

Ela fez tudo o que podia para reencontrá-lo até mesmo colocou um helicóptero para voar a sua procura

Alegria pura foi o que Anai Montero sentiu no momento que ela se reencontrou com o seu Boston Terrier, Rex, depois de doze dias de agonia. Essa reunião incrível é resultado de um cão desaparecido  com vontade de sobreviver e uma dona que se recusou a parar de procurar por ele.

A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


+Cão é solto após três anos acorrentado em casa na Pensilvânia

Tudo começou em julho, no que parecia ser um aniversário perfeito para Anai Montero. Ela, seu namorado e Rex dirigiram para  Assateague Island em Maryland, nos Estados Unidos, para passar o dia na praia. "Meu desejo de aniversário foi atendido e eu estava passando o data com a minha família, que é claro, incluí o Rex," disse Montero.

A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


O trio teve um dia incrível. "Rex amou muito a água e estar na areia com nós dois. Ele não fazia ideia de que esse dia perfeito iria logo literalmente se transformar em um pesadelo," disse Montero.

No caminho de volta para casa eles entraram em uma terrível batida com outro carro enquanto dirigiam por Berlin, em Maryland. "Parecia que estavamos literalmente em um terremoto. Eu senti o meu corpo tremer. Tudo aconteceu muito rápido," disse Anai Montero.

Anai e seu namorado estavam bem, mas quando eles olharam para o banco de trás do carro, Rex não estava lá. "Eu sai e olhei por baixo dos bancos - ele não estava lá. Nós não conseguiamos encontrá-lo em lugar nenhum," disse Montero. "As pessoas que viram o acidente disseram que Rex voou do veículo, atingiu o chão e saiu correndo."

Montero e seu namorado alugaram um carro e procuraram freneticamente por Rex. "Eu estava correndo em pânico procurando por ele. Ele é tão pequeno e eu não sabia se ele tinha alguma hemorragia interna ou estrago em seu corpo," disse Montero. "Nós olhamos perto de uma floresta. Eu gritava o seu nome e começava a soluçar de tanto chorar. Eu não sabia se ele estava bem. Foi horrível."

+Tribunal ordena corte das cordas vocais de cães que latem muito

Voluntários do local em que eles se encontravam escutaram sobre Rex e ajudaram os dois a procurá-lo até as duas da manhã, quando começou a chover. Montero vive há três horas de distância de Berlin, em Montgomery County. Exausta e com o coração partido, ela e seu namorado decidiram descansar um pouco e ficaram em um hotel da área.

"No dia seguinte a busca ficou intensa. Nós fizemos com que a cidade inteira se envolvesse," ela disse. "É uma cidade super pequena. Todos os dias pessoas que não conhecíamos nos ajudavam a procurar, perguntando o que elas podiam fazer. Eu as diria, 'Ele gosta de brinquedos com apitos,' e as pessoas apareciam com brinquedos com apitos. Era incrível."

Montero estava determinada a reencontrar Rex. Ela colocou anúncios no jornal local, encheu suas mídias sociais com páginas do Facebook e do Instagram que ela criou sobre o Rex e passou e postou mais de mil panfletos.

Apesar de todos os seus esforços Rex continuava sem paradeiro. Frustrada, Montero chamou alguns profissionais. Ela alugou um helicóptero e um piloto para procurar por Rex pelo céu.

Montero chamou um procurador de animais de estimação profissional que a deixou pegar um sistema de vigilância emprestado que ela montou nas árvores da floresta. Talvez as câmeras pudessem pegar uma imagem do Rex passando por lá.

Os dias foram passando e ainda nada do Rex. Montero, seu namorado, seus amigos e a sua família se alternavam entre trabalhar e dirigir de volta para Berlin para procurar por Rex,

Então uma noite Montero recebeu uma ligação - alguém disse que o Rex havia sido visto.   

A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


Infelizmente, as pessoas começaram a persegui-lo e a chamar seu nome e o cachorro se assustou. "Ele começou a correr das pessoas e no processo foi atropelado por um carro enquanto atravessava a mesma rua na qual o primeiro acidente havia acontecido.  Então ele saiu correndo mais uma vez," disse Montero.

Montero, sua mãe e seus amigos entraram em seus carros e sairam correndo para Berlin. Eles colocaram roupas com o cheiro de Anai e brinquedos do Rex por toda a rua na qual ele tinha sido visto pela última vez. "Nós rezamos para que ele aparecesse. Eu fiquei até as três da manhã e depois sai para o trabalho," disse Montero.

Ela saiu imaginando se teria a chance de ver Rex de novo, muito preocupada que ele estava sofrendo depois de ter sido atropelado por um carro. Sua mãe ficou para trás e continuou a busca.

Em seu caminho para o trabalho, Montero recebeu a ligação pela qual ela estava esperando - suas preçes foram atendidas. "Alguém disse que o Rex estava em seu jardim dos fundos," disse Anai. Sua mãe saiu correndo para a casa, muito contente, e ela ligou para Montero e a contou que estava com Rex! Ela o pegou e o levou direto para o hospital veterinário.

A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


"Ele perdeu metade de seu peso corporal e rompeu um ligamento em sua perna traseira. Ele também tinha uma ferida profunda em uma de suas pernas dianteiras," disse Montero. "Ele também estava com feridas em sua pele." Milagrosamente, a expectativa era a de que Rex fosse se recuperar e ficar bem.

A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


A mãe de Anai Montero dirigiu com Rex para casa para o reencontro que Montero esteve esperando com muita dor em seu coração. "Foi muito bonito, eles abriram a porta e ele pulou em cima de mim! Eu chorei, ele foi direto para a sua vasilha de água e comida e devorou tudo, foi para a sua cama e começou a brincar com os seus brinquedos como se nada tivesse acontecido," disse Montero.

+Vaca fofíssima ganhou uma festa em seu primeiro aniversário

Agora Rex está em casa, sua saúde está boa, e eles está se recuperando de seus machucados e ganhando peso mais uma vez. Montero diz que ela aprendeu algumas lições com esse acontecimento horroroso: ela comprou uma coleira com GPS para Rex, e um cinto de segurança especial para cachorros, para mantê-lo seguro no caso deles sofrerem um acidente outra vez. "Se ele já tivesse um, provavelmente tudo isso não teria acontecido," disse Montero.

A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


Montero espera que outros donos de cachorros aprendam com a sua experiência, e disse que é muito grata a todas as pessoas em Berlin, sua família e seus amigos por ajudarem a salvar a vida de Rex. "Eu me sinto muito grata e abençoada," disse Montero.

A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on


A post shared by Wishbone Rex (@wishbonerex) on




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.