Tamanho do texto

A menina se encontra em tratamento, com uma infecção conhecida pelo nome de "dedo de foca"

Semana passada ficamos sabendo da história da menina que foi puxada para dentro do mar por um leão marinho. Sua família estava passeando no Steveston Fisherman's Wharf no Canadá, e o que era para ser só mais uma tarde agradável alimentando leões marinhos e aproveitando a companhia dos animais, se tornou em uma experiência traumatizante, quando um leão marinho resolveu puxar a menininha para dentro da água.

+Vídeo de cachorro que interrompe telejornal ao vivo viraliza na internet

A menina foi resgatada por um homem que estava ao seu lado no cais, e está internada para receber tratamente específico para combater uma infecção que é potenciamente letal.

Ao assistir o vídeo é possível ver a menina andando sozinha sem nenhum problema depois de ser resgatada da água, mas logo depois o ferimento causado pela mordida do animal infeccionou.

Vídeo mostra leão marinho puxando menina para o mar
Reprodução
Vídeo mostra leão marinho puxando menina para o mar


O que acontece é que leões marinhos e focas possuem grande quantidade de bactérias nocivas, e por isso a menina foi levada para um hospital, onde ela está sendo tratada.

+Animais protagonizam fotos engraçadas pedindo comida a seus donos

O pai da menina disse à TV NBC que a infecção é conhecida como “dedo de foca”,  e é causada poruma bactéria cujo nome científico é Mycoplasma phocacerebrale. Se essa bactéria não for combatida com os antibióticos adequados, ela pode gangrenar a região afetada e provocar a amputação, e até mesmo a morte do paciente em casos mais extremos.

Confira o vídeo aterrorizante que mostra o momento em que a foca puxou a menina para o mar:




+Macaco come restos de comidas de turistas e chega a pesar 26 quilos

Além disso é sempre bom reforçar que o que aconteceu com essa criança serve de aviso a todos nós, pois por mais mansos que os animais selvagens possam ser, é sempre perigoso alterar seu habitat e querer criar uma convivência com ele, pois ele pode desencadear um comportamento perigoso a qualquer momento sem mesmo ter um motivo muito forte para que isto ocorra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.