Tamanho do texto

A moça tem uma doença séria e conseguiu amenizá-la com o apoio do pet

É comprovado cientificamente que os cachorros podem ajudar a si mesmos e aos seres humanos quando têm tutores para quem pode oferecer carinho. Inclusive, algumas doenças podem ser curadas ou amenizadas nas pessoas que convivem com pets. Nesse ponto, o cão-guia é fundamental para garantir a segurança e a saúde do indivíduo que assessora.

+Conheça o cachorro abandonado que faz de tudo por um bom prato de comida

O cão-guia ajudou muito a tutora quando ela mais precisou
Reprodução/ Redes Sociais
O cão-guia ajudou muito a tutora quando ela mais precisou


A história de Sinead Ellis é justamente sobre o amor de um cão-guia que a auxiliou a superar os obstáculos que teve enfrentar no âmbito da saúde. A moça sempre teve um histórico de doenças, que nasceu junto com ela, e que supostamente não poderiam ser curadas.

Ainda jovem, a mulher sofre de uma síndrome chamada Parkes Webber, uma enfermidade que causa sangramentos internos e infecções devido a anormalidades dos vasos sanguíneos. Isso é tão sério que a impede de caminhar normalmente, já que sua perna está frequentemente inchada e dolorida. 

Esse problema de saúde a obrigou a usar os serviços de um cão-guia. E, apesar da vida dela não ser nada fácil, para Paddington nada é problema. O pet a apoia em todos os momentos: até quando ela tem algum sangramento interno perigoso e ele percebe pelo olfato. 

O cão-guia ajudou muito a tutora quando ela mais precisou
Reprodução/ Redes Sociais
O cão-guia ajudou muito a tutora quando ela mais precisou


A enfermidade provocou em Sinead um buraco no pé e mesmo com todo o tratamento, a situação nunca se resolveu completamente. A cura total foi encontrada em Paddington, e nos seus abraços afetuosos, para a surpresa da tutora e de muita gente.

+Cão-guia, ouvinte e de serviço: o que fazem os cães de assistência?

Paddington costumava ficar deitado sobre o pé de Sinead diariamente e isso se manteve por semanas. A pressão do corpo do cão sobre a ferida produziu um milagre. A lesão, depois de algum tempo, foi completamente fechada.

O cão-guia já está bem treinado, mas Sinead conta que ele tem ainda muito a aprender. Para Paddington tornar-se ainda melhor, ela criou uma página no GoFundMe  para arrecadar fundos. O montante que Sinead precisa juntar soma mais de 50 mil reais.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.