Tamanho do texto

Os pets menores parecem não dar trabalho, mas exigem certos cuidados

Pesquisas indicam que os cães de pequeno porte são os mais comprados e mais procurados para adoção. Muitos tutores, inclusive, escolhem os cãezinhos menores pensando que dão menos trabalho, mas não é bem assim. Eles também exigem muitos cuidados, às vezes, bem específicos.

+7 raças de cachorros fofos que você vai amar

Cachorros de pequeno porte são mais adotados no Brasil, segundo pesquisas
Reprodução/ Redes Sociais
Cachorros de pequeno porte são mais adotados no Brasil, segundo pesquisas


De acordo com Dog Hero, entre as 15 raças preferidas pelos brasileiros pelo menos 11 são de pequeno porte. O campeão é SRD, que pode ter diversos tamanhos, e os pequeninos mais populares são shih tzu, yorkshire, poodle, lhasa apso, bulldog francês, maltês, pug, dachshund, spitz alemão, pinscher e schanuzer.

Cães desse porte normalmente pesam até 10 kg quando adultos. Além disso, têm uma infância mais curta: são filhotes só até os 10 meses - e uma vida mais longa, podendo chegar aos 20 e poucos anos.

Todo baixinho é invocado

A expressão 'baixinho invocado' vale para nossos amigos de quatro patas. Muitos cães bem pequenos são bravos, não gostam de estranhos ou crianças.

Pesquisa da Universidade da Pensilvânia (EUA) , feita com 6 mil donos de cães, mostra que a raça mais agressiva do mundo é o da dachschund, o famoso salsicha. Um em cinco já atacou ou tentou avançar em estranhos e um em 12 já atacou os próprios donos. Sabe o chihuahua, que parece tão pequeno e inofensivo? Essa raça foi apontada como a segunda mais feroz!

+10 raças de cachorro que vivem mais tempo

Cachorros de pequeno porte são mais adotados no Brasil, segundo pesquisas
Reprodução/ Redes Sociais
Cachorros de pequeno porte são mais adotados no Brasil, segundo pesquisas


Cuidados

Esses pequenos cachorrinhos têm alguns problemas de saúde comuns, como tártaro, formação de cálculo urinário, constipação e apetite caprichoso. Hiportermias também são frequentes em cães menores e a temperatura tende a ser baixa em bichinhos com menos de dois quilos.

+Veja 9 raças de cachorros raros pouco encontrados no dia-a-dia

O metabolismo dos baixinhos também é mais acelerado, então precisam ser alimentados mais vezes ao dia e consumir um número maior de calorias. Vale lembrar que a boquinha pequena dos pets exige comidas menores, como ração e biscoitos. Aquele tamanho reduzido parece não exigir muita alimentação, mas engana!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.