Tamanho do texto

Leia sobre o cão farejador foi morto pela polícia no aeroporto de Auckland, na Nova Zelândia

O cachorro Grizz de apenas 10 meses de idade fugiu de casa nessa sexta-feira (17) e invadiu a pista de pouso do aeroporto de Auckland, na Nova Zelândia, por volta das 4 horas da manhã. 

+Cachorro tem reação hilária quando um bebê faz cocô ao seu lado

A polícia tentou capturar o cachorro por três horas, mas devido a ineficiência na busca resolveram acionar a polícia, que matou o cãozinho ao lhe dar um tiro, pois sua fuga já havia causado atraso em 16 voôs que iriam decolar do aeroporto.


Cachorro Grizz
Reprodução/Google
Cachorro Grizz

A ação da equipe de segurança do aeroporto juntamente a polícia causou indignação na Nova Zelândia, e os internautas não demoraram para demonstar sua insatisfação nas redes sociais, que se perguntavam se essa era mesmo a única solução possível para resolver o problema.

A âncora de uma famoso jornal matutino Hillary Barry ainda levantou o questionamento: "onde estavam as armas tranquilizantes?"

+Peixe dourado ganha "cadeira de rodas" para nadar melhor
 A revolta popular culminou na criação de um abaixo-assinado para punir os responsáveis pela morte do cãozinho Grizz, que já conta com mais de 1500 assinaturas.

O inspetor do distrito policial Conties Manukau, Tracy Phillips, disse que o Aviation Security Service (Avesec) fez um grande esforço para recapturar o cachorro sem precisar matá-lo. Ele ainda diz que esse não foi o desfecho ideal para a situação, e que a polícia só foi acionada realmente em última instância.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.