Tamanho do texto

Após o post de relato feito pelo dono de Rose, o designer Rafael Burity, repercutir muito o estabelecimento se manifestou

Um post realizado na página do perfil de Rafael Burity no ultimo dia 21 chamou atenção e revoltou muitos internautas. Nele o designer conta que ligou para um Pet Shop bastante tradicional de São Paulo com a intenção de marcar um banho para Rose, mas quando informou que sua cadelinha era uma vira-lata, foi dito que não havia uma hora disponível. 

Leia mais:  Pug idosa tinha dificuldade de andar, até que passou a usar meias

"Ligo para marcar um banho para Rose. Ao me perguntarem a raça informo que ela é uma SRD (sem raça definida, ou a famosa vira-lata ), ouço ao fundo "vira-lata não né!" e sou informado que não há horário." Minha vontade é de mandar àquele lugar, mas desligo. Sem dúvida minha Rose, que foi adotada, é bem cuidada e com todas as vacinas em dia, mas parece que ela não é digna de uma loja como a deles", desabafou Rafael. 

A vira-lata Rose foi recusada por um Pet Shop
Reprodução Facebook
A vira-lata Rose foi recusada por um Pet Shop

Após o relato repercutir muito nas redes sociais, alcançando mais de 16 mil compartilhamentos, 6 mil comentários e 29 mil curtidas, o estabelecimento decidiu tomar algumas providências. Além de entrar em contato com o cliente insatisfeito, foi realizada uma publicação na página própria com o pedido de desculpas que incluiu um pouco do histórico do lugar. 

"Temos verdadeira paixão por animais de estimação. A proprietária, por exemplo, adotou a Pink, que teve o rabinho quebrado por maus tratos e hoje vive muito feliz sob nossos cuidados e carinho. E a Petit? Foi encontrada em uma obra abandonada. A Ariel e a Chiva, são clientes fiéis da loja, assim como várias outros cães incríveis, carismáticos e amados que jamais deixaram de ser atendidos, muito pelo contrário, é um orgulho cuidar de TODOS eles, sem distinção alguma! Portanto, caso o fato tenha ocorrido exatamente desta forma relatada pelo cliente Rafael, nossas mais sinceras DESCULPAS". Isso foi apenas uma parte da publicação, confira ela na íntegra:


Leia também:  Gato desaparecido há dois anos anda 140 km e consegue voltar para casa

Parece que está tudo resolvido não é? Mas Rafael foi atualizando os fatos de acordo com a sua visão e continua se mostrando bastante insatisfeito. Haviam agendado uma reunião presencial com ele, compromisso desmarcado cerca de 10 minutos antes. Ele garante que não levará sua vira-lata até o local em hipótese alguma e parece esperar alguma posição mais concreta do Pet Shop. 



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.