Filhote que nasceu com as patas invertidas aprende a andar apenas algumas semanas após se recuperar de cirurgia
Oklahoma State University’s College of Veterinary Medicine
Filhote que nasceu com as patas invertidas aprende a andar apenas algumas semanas após se recuperar de cirurgia

Uma cachorrinha chamada Siggi aprendeu a andar depois que os cirurgiões veterinários inverteram suas patas dianteiras, que nasceram de cabeça para baixo. A equipe médica do Hosítal Veterinário da Universidade do Estado de Oklahoma (EUA) assumiu o caso da Terrier Rateiro (nome dado por a raça ter sido usada para caçar ratos no passado) depois de terem operado um cão chamado Milo, que havia nascido com a mesma condição.

Com apenas 13 semanas de idade, os donos de Siggi apresentaram o pet ao Dr. Erik Clary, que mais tarde realizou a cirurgia do filhote, divulgada pelo hospital veterinário em um comunicado à imprensa na terça-feira (31).

“Como com Milo, o problema de Siggi parecia estar nas patas, mas na verdade estava em seus cotovelos,” disse Clary no comunicado. E continuou: “Por razões não totalmente desconhecidas, os cotovelos desses pacientes se desarticulam cedo na vida, e o resultado é uma forte rotação dos membros frontais inferiores e uma incapacidade de andar. No máximo, eles podem engatinhar, o que parece mais desconfortável e não é adequado para a vida de um cachorro”.

Siggi dando seus passos
Oklahoma State University’s College of Veterinary Medicine
Siggi dando seus passos

Ao contrário de Milo, Siggi tinha uma “deformidade significativa” na parte inferior dos ossos dos cotovelos. Por causa disso, segundo o veterinário, o procedimento exigia uma “ruptura intencional no alto do osso da ulna para girar o membro”.

Você viu?

O cachorro foi operado em 12 de maio e recebeu talas e gesso em ambas as patas dianteiras como parte de sua recuperação. Durante um check-up em 29 de junho, um veterinário confirmou que os ossos de Siggi se curararm por meio de um exame de raio-X e, em seguida, as talas e o gesso foram retirados.

"Nesse estágio, a tarefa passou a ser ensiná-la a andar, e ela se mostrou uma aprendiz bastante rápida", disse Clary no comunicado. "Lorraine, seu médico assistente, fez um trabalho fabuloso implementando um regime de reabilitação incremental que agora tem Siggi fazendo muitas coisas que os cachorros gostam de fazer, incluindo perseguir uma bola no quintal", completou.

Milo foi operado apenas alguns meses antes, confira.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários