Tamanho do texto

Pode parecer estranho esse comportamento, porque os cães adoram carícias na barriga, mas existe uma razão por trás

Mesmo que ajam algumas exceções, em geral os gatos não gostam de carinho na barriga. Basta o dono chegar perto que o animal fica meio agressivo, podendo até morder e arranhar. Pode parecer estranho esse comportamento, porque os cães adoram carícias na "pança", mas existe uma razão por trás dessa reação. 

Leia também: Veja 10 coisas que os gatos não gostam e você deve saber

Se você já passou por uma situação assim com seu bichano provavelmente se perguntou o motivo da repulsa por carinho na barriga . Para nós não faz sentido odiar carícias numa região tão gostosa. Então, entenda melhor esse comportamento e conheça os locais certos para acariciar seu peludo. 

O motivo dos gatos não gostarem de carinho na barriga

Com certeza você já encontrou seu gatinho de barriga para cima. Ao contrário do que muitos pensam, essa posição não é um convite a carícias
reprodução shutterstock
Com certeza você já encontrou seu gatinho de barriga para cima. Ao contrário do que muitos pensam, essa posição não é um convite a carícias

Uma das principais razões para os donos acreditarem que acariciar a região abdominal é algo bom está relacionado ao comportamento dos felinos . Com certeza você já encontrou seu gatinho de barriga para cima no sofá ou cama. Ao contrário do que muitos pensam, essa posição não é um convite a carícias.

Tal postura significa cordialidade, bem-estar ou relaxamento. Ou seja, ficar de barriga para cima indica que o animal se sente confortável e calmo ao seu lado. Obviamente, é algo muito bom, mas não quer dizer que deva tocá-lo. 

Se por acaso você tentar acariciá-lo mesmo assim, a linguagem corporal irá mudar para te avisar do perigo. As orelhas irão para trás, seguidas de um corpo fatigado e movimentos de deslocamento ou rigidez. Isso normalmente passa despercebido pelos donos, mas é um sinal para você interromper os toques.

Caso você continue, o felino irá achatar mais as orelhas, realizar movimentos inquietos com a cauda e, eventualmente, eriçar o pelo enquanto te arranha e morde. Para nós, é um comportamento totalmente inesperado, mas o gato acredita que você foi avisado através de sua linguagem corporal. 

Leia também: Gato cambaleando ao andar? Descubra as possíveis causas dessa situação

Mas por que isso acontece? A barriga é uma das partes mais vulneráveis do corpo dos felinos. Embora os gatos tenham sido domesticados há séculos, ainda mantêm resquícios de sua época selvagem e a repulsa por carícias na barriga é um exemplo.

Na região abdominal estão localizados os órgãos vitais do animal e o gato sabe que, ao se expor, estará completamente vulnerável. Por isso que eles não gostam que toquem sua barriga. Eles se sentem ameaçados, como se algum predador fosse atacá-los. 

Claro que nem todos os bichanos reagem assim. Alguns podem gostar de ter a barriga tocada, enquanto outros ficarão ofendidos. Cabe a você conhecer bem seu companheiro e descobrir se ele permite as carícias. 

Onde posso acariciar meu gato?

Em geral os gatos não gostam de carinho na barriga. Basta o dono chegar perto que o animal fica meio agressivo, podendo até morder e arranhar
reprodução shutterstock
Em geral os gatos não gostam de carinho na barriga. Basta o dono chegar perto que o animal fica meio agressivo, podendo até morder e arranhar

Novamente, o local ideal para acariciar varia de gato para gato. Mas, em geral, as áreas de maior aceitação são queixo, cabeça, nuca e costas. Lembre-se de massagear com suavidade e ficar atento à linguagem corporal. Se o bichano cansou e não quer mais carinho, só aceite sua decisão.

Leia também: Veterinário conta problemas de viver com animais em apartamento e casas pequenas

Vale a pena enfatizar que, embora o animal deite ao seu lado de forma agradável, não significa que queira ser acariciado e muito menos de maneira excessiva. É muito importante respeitar os desejos ao bichano e só passar a mão nos locais permitidos. Essa regra vale tanto para carinho na barriga quanto em outras partes do corpo. 

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.