Tamanho do texto

Os cães dramáticos costumam ter problemas de conduta e agem de maneira birrenta para chamar atenção

Cada animal é único por causa de sua personalidade. Tem aqueles que são mais tranquilos, os brincalhões, os ciumentos, os violentos e até os dramáticos. Sim, alguns pets adoram fazer um drama digno de Oscar. A verdade é todos podem apresentar comportamento de birra, mas algumas raças de cães se superam.

Leia também: Como melhorar a comunicação com o animal de estimação

Mas afinal, o que torna um cachorro dramático? Sabe aquelas atitudes exageradas e desnecessárias que o pet tem, geralmente para chamar atenção ou tentar se livrar de algo? São comportamentos assim que tornam certas raças de cães dramáticas. Latido constante, choro ou aquela tristeza profunda sem motivo são alguns exemplos. 

Normalmente, a culpa do cachorro ser assim é dos donos. Quando não é oferecido adestramento e educação correta, o pet fica mimado e desenvolver problemas de comportamento.

Top 6 raças de cães mais dramáticas

6) Basset Hound

Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros
shutterstock
Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros

A raça Basset Hound é agradável, alegre, divertida e costuma ter uma relação muito boa com as pessoas e outros animais. No entanto, conviver com ele pode não ser fácil. Por ter um instinto de caçador, o pet perde facilmente o foco e não responde aos comandos do dono. Quando está ao ar livre, é comum ficar latindo para tudo que vê pela frente. 

Esse comportamento independente e desobediente pode trazer bastante dor de cabeça. Felizmente, para evitar essas atitudes, basta adestrá-lo e educá-lo corretamente. Eles até pode ser teimosos em alguns momentos, mas com um bom treinamento ficarão prontos para obedecer. 

5) Pug

Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros
reprodução shutterstock
Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros

O Pug é a raça do momento! Eles são fofinhos, divertidos, transbordam energia e raramente dão trabalho para os donos. Porém, a dramaticidade corre em suas veias e as pessoas nem imaginam. No geral, esse cão é independente, corajoso e tranquilo, só que podem ser bem possessivos com os membros da família. 

Leia também: O cachorro está latindo demais? Saiba como educá-lo corretamente

Quando o pug está junto ao dono, ele faz o tipo "chiclete" e segue o dono para todos os lados. E, na hora de deixá-lo sozinho, faz uma cara que é de partir o coração. Ele fica tão triste sozinho que praticamente entra em estado de depressão. Essa dramaticidade toda pode ocasionar algumas dores de cabeça. 

Por sorte, tirando essa carga dramática do Pug, ele é um cachorro bem carinhoso e companheiro. Adora correr pela casa pegando todos os objetos que encontra pela frente. E, para quem gosta desse apego todo, nem se importará de passar horas dando atenção. 

4) Beagle

Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros
reprodução shutterstock
Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros

Os Beagles são cachorros bem singulares. Apesar de serem companheiros, leais e divertidos, podem desenvolver um comportamento caprichoso e possessivo com os donos, principalmente quando filhotes. Mas isso é algo natural da raça e vai melhorando ao longo dos anos. 

Além disso, a raça adora perturbar coelhos, hamsters e qualquer outra criatura da casa. Você até pode colocar os animais de estimação menores fora do alcance dele, mas é uma péssima ideia. Isso só irá frustrá-lo e fazê-lo latir e uivar sem sessar. A melhor alternativa para evitar o drama é não ter outros pets em casa. 

3) Jack Russel Terrier

Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros
reprodução shutterstock
Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros

Pequeno e cheio de personalidade, o Jack Russel Terrier ocupa o terceiro lugar de cão mais dramático. Ele está na lista por causa dos diversos problemas de comportamento que tem. Além de ser agressivo em alguns momentos, esse cachorro é travesso, difícil de treinar e bem teimoso. O dono precisa ser firme com essa raça e investir pesado em adestramento quando filhote. 

Contudo, o Jack Russel também tem suas qualidades. É afetuoso, extrovertido e adora fazer atividade física. Se estiver pensando em ter um exemplar da raça, saiba que precisa ter tempo para brincar e passear diariamente. 

2) Dachshund

Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros
Reprodução/ Redes Sociais
Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros

Não se deixe enganar pela carinha fofa e pernas curtas. O Dachshound é considerado o cão mais feroz, segundo estudo da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Além da fama de brigão, a raça é bastante teimosa e dificilmente obedecem aos donos. O resultado disso são latidos excessivos e comportamentos histéricos. 

O famoso salsicha também tem um lado corajoso, que pode ser tornar um problema em casa. Ele tende a latir e perseguir qualquer animal, inclusive cães maiores. Ademais, se você tem filhos tome cuidados. Por causa do instinto de caça, o cão pode enxergar as crianças como presa, especialmente quando estão agitadas e gritando demais. 

Leia mais: Cachorro chorando: entenda por que e saiba como resolver o problema

Se você tem um Dachshund, o mais conveniente é treiná-lo desde filhote para evitar mau comportamento. Com ajuda profissional, ele deixa de ser dramático e mostra seu lado simpático, se tornando um ótimo companheiro.

1) Chihuahua

Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros
reprodução shutterstock
Você conhece as raças de cães mais dramáticas? Confira as lista com os seis primeiros

E o prêmio de drama queen vai para os Chihuahuas. Essa raça é, sem sombra de dúvidas, a mais dramática de todas. Isso porque o cão tem um temperamento difícil desde filhote, apresentando comportamentos birrentos e exagerados.

De acordo com alguns estudos, o mau caráter da raça tem origem genética. Ou seja, por mais esforço que os donos façam para educá-lo e adestrá-lo, essa conduta tem pouca possibilidade de mudar. Porém, não desista. Treinar a raça será uma tarefa árdua, só que o esforço vale a pena se for para ter um pet calmo e comportado.

O ideal é adestrá-lo desde filhote com alguns comandos de obediência. Determine certos limites para ele e seja firme. Donos que toleram certas atitudes abrem uma brecha para a teimosia. Se estiver inseguro durante o treinamento contrate um profissional.

Por mais que os Chihuahuas tenham comportamentos inadequados, são cães bem alegres e divertidos. Por causa do instinto de protetor, são capazes de cuidar do dono e serem companheiros para vida toda. 

Como lidar com cães dramáticos?

Cães dramáticos geralmente só querem a atenção do dono
shutterstock
Cães dramáticos geralmente só querem a atenção do dono

Latidos excessivos, choramingos e travessuras são comportamentos típicos de cães dramáticos , mas, no fundo, eles só desejam uma coisa: a atenção do dono. Por isso, o recomendado é não saciar essa necessidade logo de imediato, pois só estará reforçando esse tipo de atitude. 

Leia também: Pet com problema de conduta? A terapia comportamental canina pode ser a solução

O ideal é procurar dar atenção de maneira regular e um tempo depois da birra. O animal precisa entender que agindo assim não conseguirá nada. Caso seu companheiro faça drama em excesso, peça ajuda a um adestrador. Algumas raças de cães só melhoram a conduta com terapia profissional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.