Tamanho do texto

O miado de gato é uma forma do bichano se comunicar com o dono, o difícil é entender o que ele realmente está pedindo; veja algumas possibilidades

Mesmo que sejam animais mais independentes os gatos também tem suas necessidades assim como qualquer outro animal. A forma que eles utilizam de mostrar isso para os seus dono é por meio do miado. Mas como decifrar a real intenção de um miado de gato? Essa tarefa é bem difícil, mas se você conhecer bem o seu bichano pode se tornar mais fácil. 

O miado de gato é uma forma de comunicação
Reprodução
O miado de gato é uma forma de comunicação













Leia mais:  15 dicas essenciais de cuidados com gato

Aliás, conhecer bem o seu animal de estimação é um passo importantíssimo. Isso porque o miado de gato varia de acordo com cada espécie e com cada indivíduo. Há gatos que miam mais alto, alguns que miam constantemente, outros que quase não miam ou que quando emitem um som ele é muito baixo.

Saber qual é o miado comum, aquele do dia a dia, de seu bichano já é um ótimo começo porque se houver algum tipo de alteração (que pode significar que algo está errado) você saberá identificar. Ficará mais fácil entender também o real motivo do miado do gato .

Motivo do miado do gato

Existem algumas principais razões do miado de um gato. Separamos as principais para te ajudar a decifrar o que o seu bichano está pedindo, confira. 

  • Pedindo comida: a fome é talvez o principal motivo do miado do gato. Esse pedido é caracterizado por um som alto e curto que geralmente se associa a tentativa do bichano de te levar para o local onde está guardada a ração. 
  • Stress: um gato muito nervoso ou que está se sentindo inseguro tende a miar algumas vezes. Esses episódios podem acontecer durante o banho ou quando o animal passa muito tempo sozinho em casa. 

via GIPHY




  • Recepção: se você for recebido em casa por um miado curto e tranquilo de seu gato significa que ele está te dando boas vindas e que está feliz por te ver. 
  • Cio: uma gata no cio costuma miar muito. Nessas situações o miado pode ser associado a gritos ou berros. É importante ter certeza de que a gata está realmente nesse período para tomar algumas precauções necessárias. 
  • Pedindo atenção: se você tem em casa um gato do tipo carente e ele está miando e se esfregando em você, pode ter certeza que ele está requisitando um pouco da sua atenção. 
  • Dor: se o miado do seu gato está muito alto, demorado e repetitivo, diferente do comum, pode ser um aviso de que ele não está bem. O primeiro e mais importante passo é levá-lo ao veterinário para uma consulta, por isso é tão importante ficar atento ao miado de gato.
  • Calor: quando estão com muito calor, os bichanos também podem usar a garganta como forme de "reclamar". Se em um dia quente o seu gato não parar de miar, pense em algo que possa ajudar a refrescar ele.
  • Portas fechadas : gatos gostam de ter liberdade para ir e vir dentro de casa, por isso uma porta fechada pode ser algo bem incômodo para eles - e acabar motivando uma série de miados em protesto.

via GIPHY




  • Medo: quando estão com medo, seja por qual motivo for, os felinos costumam vocalizar o sentimento. Cuidado que em momentos assim o bicho pode ficar agressivo.
  • Velhice: não é incomum gatos vocalizarem com mais frequencia ao ficarem mais velhos. Isso pode ser um sinal de que alguma outra função cognitiva está prejudicada pela idade.

Veja mais:  Fique atento às principais doenças de gatos

Tipos de miado

Existem, basicamente, três tipos diferentes de miados. E cada gato utiliza ele em variados momentos e com inúmeros intuitos. Como mostrado acima, os bichanos se adaptam às diferentes situações cotidianas na hora de se expressar. Confira abaixo os tipos de sons emitidos.

  • Curto e agudo: Normalmente usado para cumprimentar os donos, como um "oi". Se usado muitas vezes, é como se ele estivesse muito feliz em te ver pois você passou muito tempo fora de casa.
  • Miado em tom médio: Se for um som mais curto, provavelmente é fome. Agora, se for um chiado mais longo, ele pode estar pendido para que você solucione alguma necessidade dele, como um pote sem água ou uma caixinha de areia suja.
  • Longos e graves: Geralmente indicam alguma reclamação ou protesto. Fique de olho na postura corporal do animal, pois se ele estiver arisco ou agressivo pode significar que ele está atrás de briga.
Aprenda a identificar os motivos do miado do seu gato
shutterstock
Aprenda a identificar os motivos do miado do seu gato


Responsabilidade do dono

Os motivos listados acima representam motivos naturais ou rotineiros, mas muitas vezes são os próprios donos dos gatos que fazem com que eles miem excessivamente. Saiba identificar esses momentos para poder ajudar o seu bichano.

  • Reforço inadequado:  Por mais difícil que seja, se toda hora que seu gato miar você der carinho ou comida, ele irá acabar assimilando o miado com uma recompensa positiva. Então vá com calma para não viciar ele!
  • Mudança de rotina:  Mudar de uma casa para um apartamento, por exemplo, pode deixar o seu bichano confuso no começo. Então tenha um pouco mais de paciência nesses casos.
  • Ansiedade:  Se você não brincar com os seus gatos, eles ficaram com muita energia acumulando. Essa ansiedade toda poderá se transformar em sons intermináveis - então dê brinquedos e possibilidades para ele gastar energia!
  • Dieta:  Se você descuidar da alimentação do seu bichano, e ele precisar fazer uma dieta, pode ter certeza que ele vai ficar bem irritado e barulhento no começo da sua vida f itness .

Leia mais:  Intoxicação em gatos não ocorre apenas por meio de venenos

São inúmeros os motivos que causam o miado de gato, e é muito importante ficar atento para saber se você deve se preocupar com eles ou não. Na maioria dos casos, pequenas mudanças já cessam com a barulheira e ajudam a criar uma relação mais harmoniosa entre o pet e seu dono.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.