Não são só os cães e gatos que precisam de cuidados durante dias frios. Os animais exóticos também exigem algumas medidas cautelosas em seu manejo para permanecerem saudáveis durante toda a estação. Aves, répteis , roedores e lagomorfos (coelhos), em sua maioria, não estão acostumados com o clima frio e, por isso, devemos prover a temperatura adequada para que eles fiquem confortáveis. 

O veterinário Isaac Albuquerque, membro da Comissão Nacional de Animais Selvagens do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CNAS/CFMV), explica que é importante entender o que é o frio para esses pets. "É a temperatura abaixo de um gradiente de conforto térmico, ideal para ativar o metabolismo dos animais. Cada espécie apresenta uma temperatura ótima. Para uma jiboia, por exemplo, ela fica entre 23ºC e 30ºC; abaixo disso, já é frio para a espécie."

Como as cobras, lagartos e peixes são animais exotérmicos, eles não produzem calor – precisam de uma fonte externa para se esquentar. Por isso, é preciso disponibilizar uma lâmpada que emita calor perto de aquários e terrários, deixando o pet em uma temperatura agradável, segundo Isaac. 

lagarto
shutterstock
Lagartos e outros répteis também podem ser uma opção para que vive em apartamento

Aves, como papagaios e calopsitas, possuem temperatura corporal de 42ºC. Por esse motivo, eles se tornam mais sensíveis às baixas no termômetro. Os donos devem providenciar cobertores para cobrir as gaiolas, aquecedores, e manter essas aves longe de portas, janelas e correntes de ar.

A médica veterinária Karolina Vitorino conta que roedores, como chinchilas e hamsters, ficam mais ativos durante o frio. "Mesmo assim, se a temperatura for muito baixa, podem se sentir incomodados", explica. Para esses animais, o calor é a pior estação, já que é comum os pets morrerem por hipertermia. 

coelgo
Shuttersock
A dieta do coelho deve ser bem variada

Para os coelhos e porquinhos da Índia, o ideal é sempre forrar o chão da gaiola ou cercado com tecido soft e bastante feno, possibilitando que o animal faça tocas e não tenha contato direto com o chão frio e úmido.

Sintomas de que seu animal está com frio

  • Letargia;
  • Perda de apetite; 
  • Penas eriçadas (no caso de aves);
  • Vasoconstrição periférica (patas e bicos roxos);
  • Tremores.

Sempre fique bem atento aos sinais, pois animais silvestres e exóticos demoram para demonstrar sintomas de que estão doentes. Karolina explica que, no habitat natural, o animal que mostra que está fraco ou debilitado se torna uma presa fácil e, por isso, o tutor tem que prestar muita atenção. 

Temperatura de conforto para animais exóticos

  • Roedores (chinchilas, hamsters, ratos) e lagomorfos (coelhos): 18ºC a 24ºC;
  • Répteis: 24ºC a 28ºC, na zona fria; e 35ºC a 38ºC, na zona quente;
  • Aves: 18ºC a 28ºC.

Dentre as doenças mais comuns que atingem os pets durante o inverno, estão a bronquite, pneumonia, sinusite, entre outras.

    Veja Também

      Mostrar mais