Todos os anos temos que tomar cuidado com a época da gripe , e com os cães isso não é diferente. A traqueobronquite, mais conhecida como tosse ou gripe canina, é uma doença altamente contagiosa e recentemente atingiu três dos quatro cachorros da blogueira Rafa Kalimann . Ela compartilhou em seus stories do Instagram que os pets estavam internados com o problema, e sendo muito bem cuidados.

Leia mais: 

rafa kalimann e seus quatro cães
Instagram/ Rafa Kalimann
Três dos quatro cães de Rafa Kalimann estão com tosse canina


Quando se tem mais de um cão em casa, e um deles está doente, o contágio é quase que certo. Eles podem ficar doentes pelo contato direto com outros pets infectados, ou de forma indireta por meio de secreções respiratórias, em ambientes com áreas de uso comum, como canis, pet shops, hotéis, entre outros. 

Sintomas da gripe canina

  • Irritação da traqueia ("tosse") seca e alta, sem secreções;
  • Edema local;
  • Dificuldade respiratória.

O médico veterinário e Gerente Técnico da Unidade Pet da Ceva Saúde Animal, Claudio Rossi, fala um pouco mais sobre a doença. "A bactéria Bordetella bronchiseptica é considerada a principal causadora do quadro, e o vírus causador da parainfluenza canina (adenovírus) um dos agentes complicadores mais comuns."

Para evitar que seu cão sofra com a tosse canina , o ideal é a vacinação. "Os cães devem ser vacinados ainda filhotes contra a tosse dos canis, e revacinados pelo menos anualmente para minimizar o risco de ocorrência de doença clínica", completa o veterinário. 

O diagnóstico correto deve ser feito sempre por um médico veterinário. Assim que o dono identificar os sintomas, deve levar o animal para a consulta. "No atendimento será possível avaliar o cão, e realizar exames que confirmem o diagnóstico. Assim, podemos instituir o tratamento adequado, além de terapia de suporte e sintomática conforme a necessidade", finaliza Claudio. 

    Veja Também

      Mostrar mais