Tamanho do texto

A obesidade atinge cada vez mais gatos ao redor do mundo, mas como isso pode ser evitado? Como ajudar o felino a emagrecer?

Nas últimas semanas um vídeo de uma gata obesa andando na esteira ganhou visibilidade nas redes sociais. A pet, que está muito acima do peso ideal, aparece em cima de uma esteira fazendo o mínimo de esforço possível. Diferente de cães, gatos não são tão domesticáveis a ponto de fazer agility ou passear na coleira, e por isso pode ser difícil fazer o bichano ficar em dia com seu peso, lembrando que a obesidade felina é um problema que atinge muitos gatos domésticos.

Leia também: Tutora deixa bilhete para babá de gato não ser "assediada" por pet


A veterinária Caroline Mouco Moretti, diretora geral do Hospital Veterinário Vet Popular , explica que mesmo com a alimentação em dia, os animais também precisam de exercícios físicos. “É muito importante tomar cuidado, pois no início seu gato pode apresentar problemas em suas articulações devido ao sobrepeso, por isso a mudança de rotina deve ser regrada e com todo auxílio do médico veterinário”, alerta.

Obesidade felina é um problema que atinge gatos domésticos arrow-options
shutterstock
Obesidade felina é um problema que atinge gatos domésticos


Como são ótimos caçadores, brincadeiras que estimulem esse instinto podem ajudar quando o assunto é perder peso. “Perseguir uma pena, um ratinho ou inseto de brinquedo, visto que os gatinhos adoram caçar! Perseguir luizinhas também são ótimos para estimula-los”, completa. Mas e em casos extremos, como o do vídeo, é indicado utilizar uma esteira para fazer o animal se exercitar de forma mais intensa?

Leia também: Casal rouba gato de outra pessoa ao achar que havia encontrado pet perdido

Segundo Caroline, apenas quando o pet é muito obeso . “Esteiras são indicadas apenas com total acompanhamento de um médico veterinário”, explica. Para evitar chegar nesse ponto, a veterinária indica adaptar a casa, já que os felinos amam altura. “Estantes e passarelas próprias para o seu animal subir e se movimentar pode ser um aliado importante. Colocar o comedouro do seu gatinho em um local alto irá provoca-lo a realizar um exercício até mesmo na hora de se alimentar. Subir e descer do arranhador também são opções bacanas”, finaliza.