Tamanho do texto

O item de decoração é extremamente perigoso para cães e gatos, podendo ser fatal para os pets

Maddie Smith percebeu que sua gata Ruby, de apenas 11 meses, estava agindo de uma forma muito estranha. Apesar de acreditar que a gatinha estava apenas com frio, Maddie se deu conta de que o problema era maior, quando ao voltar do trabalho, encontrou a pet sem comer, beber água, andar, ver ou ouvir.

Leia também: Projeto de lei permite a visita de pets em hospitais do Mato Grosso

A tutora, que mora na Nova Zelândia, levou Ruby ao veterinário o mais rápido que pode, e lá o diagnóstico surpreendeu todos: a gata estava sofrendo de intoxicação por ingestão de sódio. Isso fez com que seu cérebro inchasse, prejudicando seu sistema nervoso.

Gata que sofreu intoxicação por sal
Facebook/ Rose Avenue Vet Hospital
Gata que sofreu intoxicação por sal


Envenenamento por ingestão de sódio pode ser fatal para animais, causando convulsões, vômitos, diarreia e perda de coordenação. Mas o que poderia ter feito Ruby comer tanto sódio ao ponto de ser intoxicada? A resposta é simples, e está presente em muitas casas, como decoração: uma lâmpada de sal do Himalaia.

Lâmpada de sal do Himalaia
Facebook/ Rose Avenue Vet Hospital
Lâmpada de sal do Himalaia


A gata ficou lambendo a tal lâmpada de sal , e isso causou o envenenamento. Maddie fez um apelo nas redes sociais alertando sobre os perigos de ter esse tipo de decoração em casa. “Em 12 horas ela estava quase morta por causa do excesso de sal”, escreveu. Os veterinários responsáveis por Ruby ficaram surpresos com o diagnóstico, já que esse tipo de intoxicação é mais comum em cães.

Leia também: Conheça Débito e Crédito, os gatinhos contratados por uma empresa nos EUA

A lâmpada de sal do Himalaia é viciante para animais , e por isso eles não conseguem parar de lambê-la. A gata está se recuperando bem, com muitos líquidos e nutrientes que ajudem a eliminar o sódio presente em seu corpo.