Tamanho do texto

As dores dos pets que sofrem com artrose podem se tornar agudas nos dias mais frios; tratamento terapêutico pode melhorar a qualidade de vida deles

Assim como acontece com os humanos, o clima mais frio representa uma ameaça a saúde dos animais de estimação. Os donos de animais idosos , em especial, precisam se atentar as dores articulares, já que cães e gatos de idade mais avançada costumam apresentar doenças osteoarticulares e nos dias mais frios as dores podem se tornar agudas. 

Segundo Fernanda Mattos, médica veterinária na Ourofino Saúde Animal, a artrose é umas das enfermidades mais comuns nas articulações e representa cerca de 70% desses problemas nos cães. Como a enfermidade tem progressão lenta e crônica, muitos casos não são identificados e o dono precisa ficar atento aos sinais, como demonstração de dores agudas nos dias mais frios. 

cachorro embaixo das cobertas
shutterstock
Os animais idosos podem sofrer com o frio

Os principais motivos para a incidência da patologia são artrite, processos autoimunes, sobrecarga articular, obesidade e dietas inadequadas. A displasia e o traumatismo também são algumas das causas por trás da doença.

Ainda bem que existem formas de diminuir as dores que esses animais sentem. "Tratamentos à base de anti-inflamatórios proporcionam melhor qualidade de vida ao animal afetado. É recomendada também uma rotina de exercícios e até mesmo fisioterapia. O tutor deve observar se o peso do animal está adequado ao porte, proporcionar uma dieta balanceada e adequar o local onde o animal vive com o uso de tapetes ou pisos que facilitem a movimentação do pet”, explica Fernanda. 

Leia também: A importância de uma boa alimentação para cães idosos

Os gatos também sofrem com o problema. "As partes mais afetadas são as articulações coxofemurais e os cotovelos. Também existem casos em que os ombros, a coluna, o calcanhar e os joelhos sofrem com o desgaste”, conta a veterinária. Algumas atitudes como o uso de caixas de areia com bordas baixas, comedouros e bebedouros elevados e camas macias ajudam a melhorar o bem-estar dos felinos. 

Para determinar o tipo e o período de tratamento do animal, um médico veterinário de confiança deve ser consultado. Por meio de exames e análise clínica ele vai determinar as ações mais indicadas. Suplementos à base de condroitina e glicosamina podem ser indicados.