Tamanho do texto

A afta pode causar dores e incômodos a ponto de prejudicar a alimentação do pet

Nem todo mundo sabe, mas os cães podem ter afta na boca, assim como os humanos. Isso é mais comum ainda em cães mais velhos ou que estejam com alguma doença. Problemas nos rins, nos dentes ou até diabetes podem provocar esse tipo de ferida no corpo do animal.

+O que precisa ser feito para tratar a unha encravada dos cães

Seu cachorro está com afta? Veja como tratar
Reprodução/ Redes Sociais
Seu cachorro está com afta? Veja como tratar


A afta costuma ser bastante dolorosa para o pet, o que tira o apetite, prejudicando sua alimentação. Para aliviar esse incômodo, alguns procedimentos caseiros podem ser úteis. Mas para saber sobre a causa da afta é muito importante consultar um médico, antes que o quadro clínico se agrave.

Como perceber a afta?

A tendência é que os cães fiquem cabisbaixos e, por não se alimentarem adequadamente, podem ficar fracos e mais magros. Também por causa do ferimento, o pet costuma salivar em abundância e com muita frequência. Podem, inclusive, apresentar um comportamento incomum, como o ato de esfregar a boca com as patas.

Qualquer um desses sinais pode indicar afta e é bom o tutor estar atento à boca do pet. No entanto, isso deve ser feito com cuidado porque a área machucada fica sensível e dolorida, tornando o cão desconfiado. 

+Seu pet se machucou? Confira as dicas de primeiros socorros

Seu cachorro está com afta? Veja como tratar
Reprodução/ Redes Sociais
Seu cachorro está com afta? Veja como tratar


Tratamento caseiro

Para aliviar as dores pode-se dar um analgésico comum ao pet, feito à base de benzocaína. Um cotonete pode auxiliar na hora de aplicar o remédio nas aftas da boca dele. Normalmente, o incômodo reduz ou some entre um ou dois dias, tempo suficiente para o cão conseguir comer sem sentir dor e para ser levado ao veterinário.

Os cães costumam gostar muito de lamber ou saborear a água gelada. O próprio gelo é um meio de adormecer a boca do pet e consequentemente a dor da afta. Dessa forma, os animais vão poder comer normalmente e o tutor terá um tempo para procurar um especialista em saúde canina.

+Sabia que cachorros podem ter espinha?

Outro ponto que pode ajudar são os alimentos cremosos ou líquidos, já que o cão não pode ficar muito tempo sem comer. No mercado de produtos pet há uma variedade de rações mais pastosas. Também é possível preparar alguma refeição com essas características para facilitar a mastigação do cão.

Seu cachorro está com afta? Veja como tratar
Reprodução/ Redes Sociais
Seu cachorro está com afta? Veja como tratar


Importância do veterinário

Essas dicas são úteis para amenizar o sofrimento do cãozinho, mas o veterinário continua sendo a principal salvação do pet, já que vai dar todo o diagnóstico. Não espere muito tempo para levar o pet ao médico, se possível leve-o no mesmo dia que você descobriu a afta. 

+Veja as comidas comuns que podem matar seu cachorro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.