Alguns passos são fundamentais para cuidar de seu animal e evitar maiores problemas no futuro

Não é muito difícil um cachorro ser estabanado, escorregar e cair de algum lugar, principalmente quando é agitado demais. Cair da janela ou da laje pode causar ferimentos graves e merece atenção. Quanto antes o tutor reagir e realizar os primeiros socorros, maior a chance de o pet sobreviver e recuperar-se mais rápido.

+Aprenda como se defender de um ataque de cachorro bravo

Primeiros socorros: saiba o que fazer se seu pet se machucou
Reprodução/ Redes Sociais
Primeiros socorros: saiba o que fazer se seu pet se machucou


Para saber como acudir seu bichinho na hora do machucado, aprenda o passo a passo dos primeiros socorros . Isso pode fazer toda a diferença.

O primeiro ponto é que se alguém viu o acidente com o cachorro ou gato, é importante verificar qual região do corpo foi mais atingida no momento do impacto, evitando causar lesões piores.

Também é bom tomar cuidado com possíveis mordidas, já que ele fica irritado com as dores. Se o animal estiver consciente e agitado, é possível improvisar uma mordaça de compressão com um cadarço ao redor do focinho (na região mais próxima dos olhos). Mas todo cuidado é pouco para não comprometer ainda mais o quadro respiratório do pet acidentado.

Manter o ambiente calmo e saber se o pet está consciente é essencial. Além disso, suportes ou algum tipo de apoio pode ajudar a transportá-lo, como uma prancha ou um pedaço de madeira. Para prendê-lo pode ser usada uma corda ou cinto que passe sobre as regiões de ombro e coxa, garatindo que a região torácica e abdominal estejam livres.

A prevenção da cinomose é feita a por meio da vacinação
Reprodução Pinterest
A prevenção da cinomose é feita a por meio da vacinação


Mas meu pet está sangrando muito, o que faço? Nesse caso é necessário comprimir o ferimento com um pano limpo para evitar perda excessiva de sangue, até que o socorro seja feito.

+5 motivos importantes para passear com seu cão todo dia

Para evitar lesões ou perfurações, tente movimentar o mínimo possível a coluna e os ossos do pet em geral. Outro fato a ser lembrando é que qualquer objeto que esteja atravessando a pele do animal não deve ser removido.

Os devidos cuidados serão tomados no hospital veterinário, que deve estar o mais próximo possível do local do acidente, para amenizar as consequências do impacto. Afinal, as lesões causadas por uma queda, por exemplo, podem ir de órgãos internos até fraturas múltiplas.

Cão com dermatite canina usa cone para evitar machucados derivados da coceira excessiva
Shuttersock
Cão com dermatite canina usa cone para evitar machucados derivados da coceira excessiva

Para um diagnóstico mais rápido, a altura de onde o animal caiu e a região do corpo que foi atingida são fatores totalmente relevantes para se dizer ao médico veterinário. Dependendo da condição clínica do animal, serão realizados exames de imagem para localização das contusões consequentes à queda. 

Além disso, certas lesões podem exigir correção por procedimento cirúrgico (ruptura de órgão, perfurações torácicas) ou procedimentos emergenciais (drenagem torácica e abdominal).

O diagnóstico da filariose em cães pode ser feito apenas por um veterinário
shutterstock
O diagnóstico da filariose em cães pode ser feito apenas por um veterinário


Um fato curioso, e que deve ser ressaltado, é que uma queda de grandes alturas (acima do sétimo andar) pode fazer com que os gatos apresentem a “síndrome do gato paraquedista”. Por meio desse mecanismo, o felino tem mais chance de sobreviver, já que consegue se reposicionar, esticando braços e pernas para “voar” e cair com menor velocidade.

+Saiba tudo sobre o uso da focinheira em cachorros

Nestes casos, as lesões são menores do que no caso nas quedas de altura pequena, à medida que quanto menor a distância do chão, o animal tem mais dificuldade para se reposicionar.

Quanto ao tratamento, é fundamental o acompanhamento de um médico veterinário no socorro do pet para que a recuperação seja mais rápida e, quanto menos tempo o tutor levar para tomar os primeiros socorros, maior a chance de o animal sair ileso do acidente.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.