Tamanho do texto

O pet pode se intoxicar de inúmeras maneiras, não só por veneno

Os animais tendem a ser bagunceiros e, muitas vezes, podem mexer em coisas que não deveriam e inclusive ingerir líquidos, por exemplo. Para quem não para em casa durante o dia e tem de deixar o pet sozinho, é desafiador manter os produtos químicos que costumam gerar intoxicação em cães longe deles. 

+Será que você sabe como tratar e prevenir a bicheira?

Intoxicação em cães: saiba o que fazer se seu pet estiver com esse problema
shutterstock
Intoxicação em cães: saiba o que fazer se seu pet estiver com esse problema


Alimentos nocivos e mesmo produtos de limpeza podem ser alvo do pet e provocar sérios problemas de saúde. A intoxicação em cães também pode ser gerada por plantas venenosas com as quais o bichinho teve qualquer tipo de contato. 

Como saber se o pet está intoxicado

O maior desafio é identificar a intoxicação, já que os sintomas são muito parecidos com outras inúmeras doenças. Qualquer indisposição alimentar pode provocar vômitos nos pets, mas esse sintoma somado à anorexia, diarreia, salivação excessiva e convulsões pode indicar que o pet está intoxicado.

O mais importante é levar o cão o mais rápido possível ao veterinário, já que quanto antes for diagnosticada a doença mais rápido será o tratamento. Até porque, essa doença pode ser fatal e precisa de bastante atenção dos tutores. E para o diagnóstico ser mais assertivo o tutor deve tentar levar o produto ou planta que causou o desconforto no pet. 

+Medicamentos humanos podem ser dados para cães e gatos?

Intoxicação em cães: saiba o que fazer se seu pet estiver com esse problema
Reprodução/ Redes Sociais
Intoxicação em cães: saiba o que fazer se seu pet estiver com esse problema


É bom lembrar que o cão pode ser contaminado não só pela via oral, mas pela pele também, o que é chamado de intoxicação mista .

Além disso, os organismos dos pets variam de um para outro e os níveis de toxicidade também. O que é muito forte para um pode ser ameno para outro.

Algumas medidas preventivas podem evitar alguns acidentes graves com o pet, como trancar o banheiro, a cozinha e a área de serviço. Além disso, saber quais plantas são tóxicas e impedir a exposição dos animais a produtos químicos ajuda muito.

via GIPHY



+Seu pet se machucou? Confira as dicas de primeiros socorros

Muitos tutores alimentam seus pets com qualquer tipo de alimento, mas isso é muito grave, já que podem conter ingredientes que podem contaminar o pet. Tomar cuidado com medicamentos, abelhas, marimbondos, bebidas alcóolicas e cosméticos também evitam em grande parte uma intoxicação em cães. 





    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.