Tamanho do texto

A prática de exercícios é importante para evitar obesidade, estresse, ansiedade e outros problemas de saúde

Praticar exercícios físicos é imprescindível para qualquer um, principalmente para os cães que tem energia de sobra. Eles precisam ser acostumados e incentivados desde filhote a se exercitarem para não se tornarem ansiosos, estressados ou obesos. E essa prática se torna ainda mais importante para o cachorro adulto, já que a chance de aparecer problemas de saúde nessa fase aumenta.

Aprenda a cuidar corretamente das patas do cachorro

Os exercícios mudam de raça para raça, assim como dependem da idade e porte físico. De qualquer forma, existem algumas opções que a maioria dos pets gostam e podem fazer ao lado dos donos. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para cachorro adulto praticar e, caso o tutor deseje participar, também tem exercícios em dupla.

Agility

O agility para cães garante o exercícios físico que os animais necessitam
shutterstock
O agility para cães garante o exercícios físico que os animais necessitam


Você já viu aqueles cães que passam por diversos obstáculos, túneis e completam um percurso longo? Então, isto é o agility. Este exercício é bastante usado para competições, mas também é uma opção para quem só quer gastar a energia do pet. 

Para quem não conhece, o agility é um percurso de obstáculos que o cachorro deve seguir e vencê-lo. Geralmente o circuito contém rodas, cercas, túneis, cordas. É indicado para praticar obediência e exercitar o animal de forma atrativa e diferente. Este esporte é bastante completo, pois se treina agilidade, salto, força e inteligência.

Se você tem um cão rápido, curioso e esperto pode ser que ele adore este modalidade. A raça Border Collie é uma das que mais pratica agility. No entanto, não é um exercício que o dono pode realizar junto. A única função possível é guiar o cachorro enquanto ele finaliza o percurso. Além disso, se você não tem espaço em casa pode se tornar um esporte inviável. 

Acima do peso? Confira dicas de como fazer uma dieta para o cachorro

Canicross

O canicross é perfeito para cachorro adulto com bastante energia
Reprodução Pinterest
O canicross é perfeito para cachorro adulto com bastante energia


Esta é uma modalidade bem simples, podendo ser praticada pela maioria das raças. O canicross nada mais é do que correr ao lado do seu cachorro. Este exercício é bastante completo, podendo ser realizado entre dono e animal em qualquer momento. Uma das vantagens desta modalidade é a facilidade para realizá-la. O tutor precisará apenas de um tênis, água para ambos e um espaço apropriado. 

Cães com muita energia costumam adorar o canicross. Nem todos precisam de guia para correr, mas se o animal não é acostumado a andar sozinho é importante usar. Lembre-se que será preciso um tempo de adaptação até dono e pet compartilharem do mesmo ritmo. Comece com caminhadas, ao longo do tempo vá aumentando a velocidade do passo até se tornar uma corrida. Para chegar ao nível de competição, recomenda-se realizar uma visita ao veterinário para saber ser o cão aguenta esta quantidade de exercícios. 

Se você se interessou pelo canicross, é preciso ficar atento a alguns detalhes. Ao praticar a modalidade, sempre fique de olho nas reações do cão para saber quando o treino precisa ser interrompido. Nunca deixe de levar água para ambos. Não proponha um treino que o pet não aguente. Adapte a alimentação do animal conforme o nível de atividade física. Fique de olho nas patas para ter certeza que não estão machucadas. Muito cuidado em dias quentes, pois o animal pode sofrer de hipertermia e queimar as patinhas. Por último, sempre consulte um veterinário para ficar de olho na saúde. 

Natação e hidroterapia

Cães com problemas físicos podem encontrar na natação um alívio para as dores
Reprodução Pinterest
Cães com problemas físicos podem encontrar na natação um alívio para as dores


Nadar é uma das melhores opções para cachorros e pessoas. Além de ser divertido, é um treino muito completo, pois todo o corpo é exercitado dentro da água. É recomendado para todas as raças, mas principalmente as que sofrem de problemas musculares, lesões, luxações, artrite, displasia e osteoartrite. Natação e hidroterapia ajudam estes cães a sentirem menos dores. 

É importante saber se o cachorro gosta de piscina antes de propor esta modalidade. Se a resposta for sim, lembre-se de não o alimentar pouco tempo antes de entrar na água para não causar torção gástrica e afogamento. Considere adaptar a dieta do animal caso a natação se torne um exercício recorrente. Seque bem as patas para não ficarem úmidas e desenvolverem fungos. Sempre ofereça água ao cão ao longo do treino e consulte o veterinário regularmente.

Os cuidados específicos que o dono deve ter com o cachorro durante o verão

Bicicleta

Andar de bicicleta com o cão exige obediência por parte do animal
Reprodução Pinterest
Andar de bicicleta com o cão exige obediência por parte do animal


A bicicleta é outra opção de esporte em dupla. É bastante divertida, uma forma de gastar energia e só precisa de um local amplo. No entanto, é recomendado para cachorros obedientes e que saibam acompanhar o objeto. A chance de causar um acidente é grande se o pet não compreender ordens básicas. 

Se você deseja investir neste esporte, será preciso ensinar primeiramente o cão a andar ao lado da bicicleta. Deixe-o conhecê-la, cheirá-la e se acostumar com a sua presença. Compre um adaptador para unir a guia ao objeto e comece dando voltas simples. Veja como ele reage e se aceita bem este tipo de exercício. Com o tempo o animal começará a pegar o ritmo do treino e será possível aumentar a velocidade. 

Evite locais muito cheios e prefira ambientes seguros, como parques. Andar no meio de ruas e avenidas não é uma boa opção. Sempre respeite o ritmo e velocidade do cão para não causar acidentes ou cansá-lo demais. Verifique as patas regularmente para se certificar de que não estão machucadas. 

Jogos e caminhadas

Jogos é uma boa alternativa para quem tem pouco tempo disponível
shutterstock
Jogos é uma boa alternativa para quem tem pouco tempo disponível


Se por acaso as opções anteriores forem inviáveis, uma ótima alternativa é propor jogos ao cão. Você pode utilizar os brinquedos que tem em casa, como bolinhas e frisbee, e lançar para o pet. A intenção é que ele vá buscar e traga para o dono. Além de ser muito divertido, é uma forma de gastar energia, se exercitar e passar um tempo ao lado do animal. 

Caminhadas também é uma opção. Diferente do canicross, elas são mais simples, de menor rendimento e com tempo reduzido. É possível passear com o cão em qualquer lugar, como na sua própria rua. 

Atenção com algumas raças

Apesar da prática de exercícios ser importante, algumas raças precisam de mais atenção neste ponto. Cães com problemas respiratórios, como boxer, pug, buldogue, bulmastife, etc, precisam de atividades moderadas.

Confira dicas para higienizar corretamente os brinquedos para cachorros

Entretanto, independente da raça que tenha, é importante fazer visitas regulares ao veterinário para acompanhar sua saúde, principalmente se tem um cachorro adulto. O profissional também pode ajudar a escolher o melhor exercício, adaptar a dieta e recomendar a intensidade adequada. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.