Tamanho do texto

É normal donos terem dúvidas sobre qual escolher, pois ambos tem vantagens e desvantagens

Ao adquirir um cachorrinho, a visitar ao pet shop se torna inevitável, pois precisará comprar diversos itens para o novo membro. Dentre os objetos da lista temos a coleira, algo indispensável e importante. No entanto, donos de primeira viagem podem ficar confusos assim que chegar na loja de animais, pois existe coleira e peitoral, não sabendo qual escolher. 

Mais:  Você está usando a coleira correta no seu cão? Confira dicas para escolhê-la

Cada uma delas tem uma função e é indicada para situações diferentes, então é importante conhecer mais para escolher o certo. Pensando nisso, vamos mostrar a diferença de  coleira  e peitoral, assim como os prós e contras de ambos, desta forma você saberá qual é mais indicado para seu pet. 

Coleira

Conheça as diferenças entre coleira e peitoral para te ajudar a escolher o ideal
Reprodução Pinterest
Conheça as diferenças entre coleira e peitoral para te ajudar a escolher o ideal

Existem três tipos de coleiras, porém a mais comum são as planas. Elas são fáceis de encontrar, serem colocadas e removidas do cão, por isso costumam ser a preferida dos donos. Os outros dois tipos são a de liberação rápida e enforcador. A primeira possui um mecanismo de fácil retirada que auxilia o tutor e a segunda é feita para repreender cães teimosos. Os enforcadores não são recomendados, pois podem machucar o animal. 

Uma das principais vantagens das coleiras é o fato de permitir identificação. Através de um pingente, informações como nome, telefone e endereço ajudam o cão a ser reconhecido caso se perca. Geralmente elas são feitas de tecido, nylon e couro, mas podem vir em outros materiais. 

No entanto, esta peça pode se tornar um problema quando os animais estão brincando, pois corre o risco de apertar e causar sufocamento. Então, a recomendação é usar a coleira apenas quando for sair com o cão, pois dentro de casa é um acessório dispensável e para a identificação é interessante buscar outras alternativas. 

Mais:  Comidas caseiras para cachorro? Saiba as vantagens e confira algumas dicas

Peitoral

Conheça as diferenças entre coleira e peitoral para te ajudar a escolher o ideal
Reprodução Pinterest
Conheça as diferenças entre coleira e peitoral para te ajudar a escolher o ideal

As peitorais têm chamado atenção dos tutores pois proporcionam maior controle sobre o cão. Geralmente são mais utilizadas por treinadores profissionais para dar um puxão no animal e fazê-lo entender o comando. São mais complicadas de colocar, mas tem a vantagem de ser confortáveis e machucar menos. 

Em geral, as peitorais que se ligam à parte de trás devem ser evitadas. Existe também um modelo de primeira fixação, mas pode dificultar o movimento do cão e outro que vem um conjunto de treinamento básico. Este último possui um cruzamento sobre as patas traseiras e, por este motivo, não é recomendado para cães que participam de competições esportivas. 

Esta é uma ótima opção, pois exclui qualquer possibilidade de enforcamento e ainda garante que o cão não se solte. E, por não ser ligado ao pescoço, a traquéia não é pressionada e evita enforcamentos. Dessa forma, a peitoral é adequada para pets com problemas respiratório e/ou de pequeno porte, principalmente os de pescoço curto.  

A desvantagem deste modelo é a dificuldade para controlar cachorros de grande porte, ainda mais se forem agitados. Afinal, o impacto no corpo ou costas não fará diferença quanto se fosse no pescoço. Além disso, não permite colocar placa de identificação. 

Mais:  Você sabia que seu pet também precisa escovar os dentes? Entenda mais

Apesar das vantagens e desvantagens, é importante levar em consideração o temperamento do animal na hora da escolha. É um fato relevante e que irá determinar se o dono compra coleira ou peitoral. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.