Tamanho do texto

É importante saber também o que é feito com esses pets e como isso tem se tornado uma prática comum

Por incrível que pareça, sim, muitas pessoas têm tido a ideia de roubarem pets, como se fossem objetos e cada vez mais essa atitude se torna um hábito. Nem todo mundo sabe, mas essa é uma maneira de conseguir dinheiro em troca da devolução dos cachorros roubados ao dono, assim como muitos costumam vendê-los na internet, em sites comuns. 

+Cão rouba empanada discretamente em programa ao vivo no Chile

Cachorros roubados normalmente são anunciados em sites da internet ou sequestrados e devolvidos em troca de dinheiro
Reprodução
Cachorros roubados normalmente são anunciados em sites da internet ou sequestrados e devolvidos em troca de dinheiro

Esse tipo de crime pode acontecer em qualquer lugar e da forma mais simples possíuvel, basta um descuido do cotidiano. Às vezes o pet some e nem dá tempo de perceber o que houve.  Por isso, é importante saber o que fazer e como agir em casos de cachorros roubados  e qual o papel da lei nessa hora.

Não há estatísticas que apontem quantos roubos acontecem hoje no Brasil inteiro. Isso porque os cães são tidos como bens e somados aos demais objetos furtados. A justifcativa para isso é o fato de o pet ser de propriedade de uma pessoa e, portanto, passa a ser como um automóvel ou uma casa.

Apesar da falta de dados específicos, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP) já são 50 casos por mês só na Grande São Paulo. Além de ter aumentado em 9,4% de 2015 para 2016. 


O roubo de cachorros em locais públicos é comum
shutterstock
O roubo de cachorros em locais públicos é comum

Como acontece e qual a finalidade do roubo?

Muitas vezes o local preferido (e mais fácil) encontrado pelos ladrões é a própria casa da pessoa ou, ainda pior, ao ar livre, na praça ou na parque. Existem inúmeros relatos de cães vítimas de roubo em locais abertos, durante um simples passeio. Além disso, o carro é outro lugar propício para isso, em especial se o pet estiver sozinho. Em caso de cães mais dóceis  esse processo fica mais fácil do que se imagina. 

É comum aparecerem vídeos na internet de roubo de cães gravados por câmeras de segurança e tutores desesperados. Mas quase ninguém sabe como agir nessa hora, até porque poucos sabem da frequência com que acontece o crime. 

Normalmente os ladrões anunciam esses pets em sites de venda de cães na web. E o pior é que o futuro tutor do cachorro não faz ideia de que é roubado. Por isso é fundamental sempre pesquisar sobre a procedência do animal e ter certeza de quem é o vendedor.

Por outro lado, há o sequestro de cães , caracterizado pelo roubo seguido de exigência de alta quantia de dinheiro para devolução do pet.

Dicas para evitar esse problema

Primeiro, é importante saber que, infelizmente, grande parte da culpa é atribuída ao tutor do cachorro. É doloroso, mas o pet não tem responsabilidade por si mesmo e precisa de alguém para supervisioná-lo, principalmente se estiver na rua, na presença de estranhos.

Deixá-lo sozinho  do lado de fora da padaria ou do mercado enquanto faz compras, por exemplo, é um péssimo hábito. A chance de alguém com más intenções levá-lo embora simplesmente puxando a coleira é alta. Um pet dentro do carro, também sem companhia, é outro convite maior ainda para atrair alguém. E o prejuízo pode aumentar, porque há o risco de levarem o carro junto. O mesmo é válido para o quintal ou a garagem, caso sejam acessíveis a pessoas de fora da casa.

A placa de identificação ajuda a encontrar o pet se alguém quiser avisar o dono
Reprodução
A placa de identificação ajuda a encontrar o pet se alguém quiser avisar o dono

Tudo isso pode parecer exagero, mas na verdade nos momentos mais banais do cotidiano é que esse tipo de roubo costuma acontecer. Além disso, tome cuidado sempre ao passear em parques e preste muita atenção no pet se em algum momento for soltá-lo. O ideal é não fazer isso, mesmo que pareça seguro, afinal ele pode inclusive fugir por conta própria.

Durante caminhadas escolha espaços iluminados e com pessoas em volta para não ficar totalmente isolado. E de preferência vá onde já conhece e, se puder, leve amigos para fazer companhia. 

Outra dica é colocar uma plaquinha de identificação no cachorrinho com o número de telefone do dono e o nome, junto a uma coleira ou correntinha. Assim, se alguém encontrá-lo abandonado em algum lugar tem como avisar.

Normalmente algumas raças são mais visadas por ladrões , em especial as mais caras e populares. Esse fato não é para assustar, mas para alertar os tutores de cães mais comuns e famosos por sua beleza ou fofura.

O que fazer se seu pet foi roubado?
Reprodução
O que fazer se seu pet foi roubado?

Meu pet foi roubado, e agora?

O primeiro a se fazer é o boletim de ocorrência para registrar o roubo. Não perca tempo e vá imediatamente a uma delegacia perto do local do roubo ou da sua residência.

Não deixe de comentar com aquele vizinho, perguntar para os amigos e, principalmente, divulgar a informação. Em tempos de redes sociais e internet isso fica bem fácil. Compartilhe no Facebook e peça para outras pessoas fazerem o mesmo. O apoio de ONGs pode ajudar bastante também e estão espalhadas pela internet, como é a "Procura-se Cachorro".  A chance de encontrarem o pet em alguns dias ou horas é grande!

Mas à moda antiga também pode: cole cartazes pelo seu bairro e onde o pet foi roubado, além das redondezas. Se houver vigilantes de rua é ainda melhor avisá-los do acontecido. Além disso, é interessante entrar em contato com petshops e clínicas veterinárias próximas caso o pet tenha ido para lá por algum motivo. 

Embora a maioria dos cachorros roubados seja de raça, é importante lembrar que também são os mais adotados, principalmente quando filhotes. Os  vira latas também precisam de um lar e costumam ser deixados em abrigos até adultos, isso quando não morrem sem sequer ter tido uma família. Além daqueles abandonados na rua. Portanto, é necessário lembrar deles, que amam e são ótimos companheiros tanto quanto os de pedigree! Não esqueça de dar uma passadinha naquele abrigo perto da sua casa.

+Abandono de animais é crime e precisa ser denunciado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.