Tamanho do texto

Um colete pode trazer mais conforto durante o passeio do seu pet. Mas cuidado na hora de escolher o tamanho e o modelo

Levar o cão para o passeio com conforto e segurança não é apenas um dever do dono, mas também um ato de amor. Os bichinhos precisam de uma certa quantidade de exercícios físicos diários e o quão melhor essas atividades decorrerem, mais feliz o pet irá ficar. Por isso, na hora de escolher o tipo de coleira para o animal deve-se considerar o colete corporal. 

Leia mais:  Tudo que você precisa saber sobre roupas para cachorros

O colete é um acessório preso no peito do cão e onde o dono também pode prender a guia. Uma das principais vantagens é não trazer a sensação de enforcamento ao pet, como as coleiras que vão em volta do pescoço proporcionam. Além disso, por ser maior e mais personalizável, o equipamento também dá um toque de glamour a mais para o bichinho. 

Não considere apenas a estética antes de comprar um colete para o seu cachorro.
Reprodução/ Shutterstock
Não considere apenas a estética antes de comprar um colete para o seu cachorro.


As vantagens do peitoral

Além de não pressionar a garganta do animal, os peitorais, se comprados corretamente, proporcionam mais segurança para o pet. Por englobar uma parte maior do animal, o equipamento torna a contenção do mesmo mais simples; permitindo que o dono puxe o cão inteiro uniformemente em caso de perigo. 

Veja também:  Você está usando a coleira correta no seu cão? Confira dicas para escolhê-la

No caso de cães que costumam "carregar" os seus donos durante os passeios o peitoral pode ser exclusivamente eficaz por não manter a pressão focalizada no pescoço do animal - o que pode causar até mesmo lesões e problemas de saúde. Entretanto, nesses casos, é preciso conciliar o equipamento peitoral com um de pescoço - deixando assim o cão mais fácil de ser segurado. 

Um colete peitoral pode auxiliar o seu cachorro durante o passeio
Reprodução/ Shutterstock
Um colete peitoral pode auxiliar o seu cachorro durante o passeio


Existem também equipamentos específicos para cães de médio e grande porte. Nesses modelos a guia é presa na parte de baixo do animal, garantindo que ele fique ao lado do seu dono e que gire em 180 graus caso tente correr. Por conta disso, esse tipo de colete limita os movimentos do cachorro e não deve ser usado em casos de atividades físicas mais acentuadas.

Como escolher um peitoral?

Tire as medidas do seu cachorro (do focinho até o rabo e do seu torso) antes de comprar um peitoral. Os tamanhos do equipamento variam e, caso não seja comprado corretamente, pode causar desconforto e machucados no pet. 

Leia mais:  Coleiras para gatos podem ser um acessório importante; conheça os modelos

Evite ao máximo coletes feitos de lã, eles podem irritar a pele do animal. Dê preferência para os forrados e impermeáveis. Alguns adicionais, como bolsos para guardar apetrechos ou um capuz, ficam a critério do dono. Certifique-se também que o colete atende a sua necessidade - seja um passeio tranquilo, adestramento ou exercícios físicos intensos -, vale a pena consultar um adestrador antes de tomar a decisão. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.