Tamanho do texto

Além do estresse e da falta de comandos, há outras causas para a urina no lugar errado

Um dos aspectos mais difíceis de adotar um animal de estimação é o adestramento. Nem sempre é fácil acostumar o pet a urinar no lugar certo, andar de forma comportada na coleira e responder a alguns comandos. É complicado, por exemplo, quando o cachorro ou gato começam a fazer xixi na cama (seja dele ou do dono) e o tutor não sabe o que fazer.

+Identifique os sinais de um gato com depressão e saiba como ajudá-lo

Gato fazendo xixi na cama pode ter vários motivos, mas tem é possível resolver
Reprodução/ Shutterstock
Gato fazendo xixi na cama pode ter vários motivos, mas tem é possível resolver

Antes de brigar com o pet, é importante entender por quê ele está fazendo xixi na cama ou em qualquer outro lugar. Será que ele está estressado? Ou apenas muito nervoso com alguma situação? Confira todas as causas para esse problema e soluções para acabar de vez com ele.

Por quê o gato faz xixi na cama?

São vários os motivos que podem levar um felino a urinar fora do lugar e em especial na cama do tutor. 

Caixa de areia mal localizada

Assim como nós humanos gostamos de privacidade na hora de usar o banheiro e não é agradável ter gente em volta, os bichinhos também precisam do próprio espaço. O ideal é colocar a caixa de areia em um local menos movimentado na casa, em algum cantinho na área de serviço e nunca onde as visitas ou membros da casa ficam constantemente.

Além disso, lugares barulhentos incomodam e podem intimidar o pet. Evite deixar a caixa do lado de máquina de lavar, por exemplo. Um cômodo pouco iluminado ou que está constantemente com a luz apagada pode dificultar a visão do animal e assim ele evita ir ali.

Às vezes por um tempo aquele espaço estava confortável para o animal, mas depois não mais. Procure mudar o objeto dentro de casa e observe a reação do gato. Se não melhorar é indicada uma visita ao veterinário.

O material, o tipo e a localização dentro da casa da caixa de areia influenciam no comportamento do gato
shutterstock
O material, o tipo e a localização dentro da casa da caixa de areia influenciam no comportamento do gato

Número de caixas de areia em casa

Quando se tem mais de um gato é comum o tutor querer manter uma mesma caixa para eles usarem, mas não é indicado. Além de um felino sozinho precisar de duas caixas, uma para urinar e outra para o cocô, quando estão em grupo gostam de ter o próprio espaço. Apesar de ser um  gasto e um trabalho a mais na hora de limpar é um investimento no bem estar do seu pet. E ainda evita que ele faça isso na cama do dono ou na própria. 

O gato não gosta do tipo de caixa de areia

Pois é, nem sempre o animal se adapta àquele tipo. Às vezes existe uma capa que impede o felino de achar uma posição confortável para fazer as necessidades ou mesmo que o faz forçar parte do corpo para se encaixar ali. Por isso, atente-se para os vários tipos de caixa e veja qual mais se adapta ao pet. E ensine o animal a usar a caixa de areia ainda quando filhote.

Normalmente gatos com artrite (problemas na articulação das pernas e dos dedos da pata) costumam ter mais dificuldade para entrar na caixa. Por isso, se as laterais dela forem muito altas será mais complicado para ele pular. 

Evite comprar caixas de plástico ou perfumadas, as garras podem prender no material e ainda pode fazer a urina respingar no gato conforme ele mexe a pata. 

O tipo de areia influencia

A areia deve estar bem fofa e absorvente, para o gato não usar o instinto natural de enterrar as fezes e a urina, a fim de não ser rastreado por outros animais. Teste dois tipos de areia, por exemplo, um mais áspero e outro mais macio. Coloque cada uma em caixas diferentes e próximas uma da outra e espere para ver qual ele aprova mais. 

Unhas cortadas atrapalham

Quando o gato tem suas garras cortadas - o que não é indicado - pode sentir dor e incômodo ao pisar na areia e ao cavar. Consequentemente ele deixa de usar a caixa e faz xixi onde der. É importante deixar as unhas dele grandes, afinal é um instinto natural. 

Mudanças são ruins para os gatos, que podem fazer xixi no lugar errado e deixar de comer
Reprodução/ Shutterstock
Mudanças são ruins para os gatos, que podem fazer xixi no lugar errado e deixar de comer

Mudanças drásticas

Os gatos sofrem ao lidar com mudanças, seja de casa, de convivência com novas pessoas ou animais. É importante sempre tentar continuar dando atenção ao pet, mesmo que a correria dessa adaptação impeça às vezes.

É comum quando nasce um bebê ou chega uma nova criança ou animal à casa o felino ficar mais arisco e sentir-se excluído. Isso resulta em mau comportamento, não só envolvendo o xixi na cama, mas a falta de apetite, agressividade e estresse . Ele precisa ter controle da situação e ao perceber que não tem fica desesperado. Por isso, tenha paciência e dê carinho. 

Para reduzir o estresse dele, ofereça sempre os cuidados básicos, como água fresca, comida e brinquedos para ele se divertir. E passe algumas horas com ao lado dele, é uma chance de estreitar os laços e fazer bem aos dois. 

Não dê bronca perto da caixa da areia

Evite dar broncas no animal perto da caixa de areia dele. Vai acabar associando o objeto a um acontecimento ruim e rejeitar seu uso. Não use esse espaço para cortar as unhas dele ou dar algum medicamento, para o gato não se sentir ameaçado e com medo sempre que se aproximar da caixa. Ele deve se sentir seguro dentro de casa e não pressionado ou desconfortável. 

Problemas de saúde

Apesar de mais raro, o gatinho pode estar com algum problema de saúde relacionado ao sistema urinário. Por isso, é importante procurar um veterinário e tirar qualquer dúvida sobre o assunto, além de observar bem o animal para relatar o histórico dele e facilitar o diagnóstico. 

+5 problemas de pele comuns em gatos

via GIPHY


Como solucionar?

Além das dicas acima, é importante lembrar de sempre, obviamente, limpar a área da cama onde o felino urinou. Tire totalmente o cheiro dali, pois um animal, por instinto, vai fazer xixi onde já tem odor. 

Mude o significado do lugar onde ele urina. É no sofá ou na cama? Vá lá, brinque e realize atividades com ele, além de oferecer petiscos. Dessa forma ele vai relacionar o espaço com comida e brincadeira e não mais com banheiro. Também é interessante cobrir com alguma manta o local; quem sabe assim o gato não se confunde e pára de ir lá.  

Por último: seja paciente com o pet, mesmo que o xixi na cama cause um certo prejuízo financeiro e para limpar. Se ele é acostumado a urinar na caixa de areia desde filhote dificilmente deixa de seguir a regra, a não ser com as exceções acima. 

+Fique atento às principais doenças de gatos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.