Tamanho do texto

Ainda que exista a opção de contratar pessoas para cuidar ou deixar com familiares, levar seu pet para rodar o mundo é uma experiência muito bacana

Na estreia da coluna Viagem Animal , vamos começar por responder a uma pergunta recorrente entre os tutores que possuem “filhos de quatro patas”.  É possível, afinal, viajar na companhia deles? Algumas dessas pessoas que nos procuram já tem viagem marcada, outras querem começar a planejar as próximas férias e pensam: levar ou não levar, eis a questão.

Existem aquelas pessoas que já possuem a cultura de estar na companhia de seu pet em atividades fora de casa como ir a restaurantes e passeios que permitam a entrada do animal de estimação. Porém existem aquelas que nunca fizeram um passeio outside e jamais ponderaram sobre essa possibilidade. Para pessoas com esse perfil, tudo fica mais fácil até porque o próprio animal já está mais habituado a atividades fora de casa.

Fato é que não existe regra. Viajar é possível desde que consideradas algumas variáveis: quando será a viagem, o destino, a duração da mesma e, claro, o bem-estar do animal, a segurança e conforto da família durante nesses dias.

Existem inúmeras vantagens de se viajar com seu animal de estimação. A mais importante (e relevante) é saber que aquele “aperto no coração” que se sente por deixar o animal sozinho, com algum parente ou amigo durante o período que estiver fora, não vai existir. A certeza que seu pet estará na companhia de quem mais ama (seu próprio tutor), estará sendo cuidado (em todos os sentidos) e se divertindo ao mesmo tempo, é um sentimento de alívio e dever cumprido que qualquer amante de animais conhece. Além disto, experiências incríveis acontecem em viagens e são oportunidades únicas na vida das pessoas. E estar acompanhado por todos os membros da família é simplesmente sensacional.

Viajar é possível desde que consideradas algumas variáveis: quando será a viagem, o destino, a duração da mesma
wix
Viajar é possível desde que consideradas algumas variáveis: quando será a viagem, o destino, a duração da mesma

No entanto, toda moeda tem duas faces. Ou seja, para que a viagem seja perfeita é necessário um planejamento especial. Imagine-se em uma viagem com uma criança. Precisa ter em mente que a escolha do destino ideal, hospedagem correta, passeios e restaurantes possíveis e o transporte adequado são itens que não podem ser deixados de lado.

No caso dos pets, além de considerar os itens acima, é importante verificar, por exemplo, se existe alguma clínica veterinária 24 horas ou hospital veterinário por perto para qualquer tipo de emergência.

Um mito a ser desmentido: a viagem não sairá mais cara por levar o pet. Hoje em dia as taxas para animais em hotéis e pousadas não são mais tão caras , se assemelham muitas vezes a diárias de hotel para animais ou as vezes nem são cobradas. O mundo está mudando em relação a como tratamos os animais e quem lida com regularidade com esses temas já percebeu isso também.

Uma coisa é garantida: se assim desejar, você e seu animal de estimação podem ir para qualquer lugar, por qualquer período e a qualquer hora. Vale a pena dar uma pesquisada antes de qualquer decisão.

E aqui no blog você terá dicas de como realizar esse projeto sem dor de cabeça. Vamos embarcar nessa?

Leia também:

Viajar de avião com animais pode ser mais fácil do que imagina; saiba como

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.