Lucy em um
William Thomas Green
Lucy em um "antes e depois", ao lado de William, que a salvou

William Thomas Green, morador de Huntsville, no Alabama, acordou cedo após uma noite de chuva forte para levar a cachorra de estimação, uma cadela Pitbul chamada Cokie, para passear em um parque para cães.

Ao chegar no local, William soltou Cokie a cachorra correu para um canto especifico do parque, onde ficou parada e começou a olhar para o tutor, como se o chamasse. Ao ir verificar o que estava chamando tanto a atenção da cachorra, o tutor se surpreendeu com o que encontrou.

Havia uma cachorra da raça Foxhound deitada em uma poça de lama, ela havia sido abandonada naquela noite e estava muito magra e doente. “Eu imediatamente fui para o carro e peguei comida e água para ela”, disse. “Depois que ela comeu e bebeu, ela conseguiu se levantar e não saiu do meu lado”.

William passou algum tempo fazendo carinho na cadela, até que ela começasse a se sentir mais relaxada e pudesse ser retirada dali. No veterinário, foi diagnosticada com dirofilariose e tricurídeos, além de estar desnutrida, a cadela era usada para reprodução (venda de filhotes) até ser abandonada.

Batizada como Lucky Lucy (Lucy Sortuda, em uma tradução direta), após alguns dias de tratamento, ela foi levada para casa, onde foi apresentada para o resto da família. “Os pais da minha esposa se apaixonaram por ela na hora, e meu cunhado mais novo também”, disse William. “Eles a acolheram, e ela agora pesa mais de 60 kg e vive a vida mais feliz de qualquer cachorro que você já conheceu”.

Foram meses de cuidados e compaixão até que Lucy entendesse que nunca mais passaria pelo que viveu no passado e se sentisse totalmente segura. “Lucy era incrivelmente tímida nas primeiras semanas e, mesmo sendo um cão de caça, ela não uivava ou latia para nada. Depois que ela ficou mais confortável, ela começou a fazer pequenos 'awoos', e pudemos dizer que ela estava começando a confiar em todos da família. Agora, se ela vê um pássaro lá fora, ela enlouquece e uiva como se a casa estivesse sendo arrombada”, contou o tutor.

Leia Também

O vínculo entre Cokie e Lucy se tornou ainda mais forte, desde o primeiro encontro que marcou um novo começo para a vida da Foxhound. “Ela e Cokie não querem nada além de brincar juntas no quintal e no parque para cães. Cokie é sempre convidada para a cama de Lucy, e elas se abraçam. É uma vibe de irmã mais velha e irmã mais nova com elas”, disse.

William se sente grato por estar no local certo, na hora certa. Em troca, Lucy dá ao tutor e a toda a família muito amor. “É tão bom que ela tenha uma segunda chance na vida. Eu não sei como ela é tão doce depois de tudo que ela passou”, completou.

Você sabia? Plano de saúde pet do iG traz benefícios para animais e tutores

Com informações do  The Dodo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários