Stevie sempre fica feliz ao se lembrar de que tem uma cama só para ele
Reprodução/The Dodo
Stevie sempre fica feliz ao se lembrar de que tem uma cama só para ele




O cãozinho Stevie passou por maus bocados durante oito anos de sua vida. Ele passou praticamente todo seu tempo de vida acorrentado em um quintal na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, e foi resgatado. Quando ganhou uma cama de seus donos temporários, ele passou a comemorar e a brincar em torno dela.


De acordo com o site The Dodo, os resgatadores descobriram que Stevie é cego e estava cheio de pulgas e vermes, além de ter alguns pedaços sem pelo. Além disso, eles descobriram que ele tinha pedaços de espiga de milho presos em seu intestino, o que fez com que ele precisasse de cirurgia.

Além disso, os danos emocionais no cãozinho eram visíveis. Erin Boyd, que cuida de Stevie até que ele consiga um lar definitivo, afirmou que ele ficava rosnando e latindo dentro do caixote usado para seu transporte.

Você viu?

“Sabíamos que ele estava se protegendo. Quando chegamos em casa, colocamos o caixote para dentro e ele não queria sair. Tivemos o máximo de cuidado, principalmente sabendo que ele não podia nos ver e ainda não nos conhecia”, explica Erin ao The Dodo.


Com o passar do tempo, Stevie começou a se soltar. Erin explica que não demorou muito até que ele virasse um cão brincalhão e dócil. Sua família temporária passou a acompanhar toda sua adaptação, o que inclui sua reação no momento em que descobriu que ganhou uma cama pela primeira vez.

A família suspeitava que ele nunca tinha tido uma cama antes, já que estava sempre acorrentado ao lado de fora do quintal. Quando sentiu a maciez do colchãozinho com suas patas, Stevie começou a pular e soltar latidos de muita alegria, um momento super fofo de sua trajetória.

Mesmo muito tempo depois de ter ganhado sua cama, a alegria não para: toda vez que ele passa por ela, precisa mostrar aos donos toda sua euforia ao pular na cama. “Ele pula e, às vezes, fica mastigando um brinquedo, até que ele simplesmente desmaia”, diz.


Apesar de ser cego, Erin explica que Stevie se adaptou muito bem dentro de sua casa e não levou muito tempo até que conseguisse se locomover sozinho. “Ele dorme bastante, mas adora se aconchegar, andar, mastigar seus brinquedos e dar beijinhos”, diz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários