Anticorpos encontrados em animais de rua
shutterstock
Anticorpos encontrados em animais de rua

Uma pesquisa feita pelo instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) encontrou anticorpos contra o Novo coronavírus em um cachorro e um gato de rua, no Rio de Janeiro.

O estudo publicado na revista científica  Plos One mostra que os animais foram expostos ao Sasr-CoV-2, mas desenvolveram uma resposta imune contra o vírus da Covid-19. Conforme os cientistas, o estudo reforça que os animais também estão sendo infectados por outras pessoas.

“Os resultados atuais estão de acordo com as pesquisas anteriores que sugerem a transmissão humano-animal do Sars-CoV-2. Por essa razão, a investigação em populações animais, através de uma abordagem de Saúde Única, é necessária e deve ser encorajada”, disseram os cientistas no artigo.

Contudo, os especialistas lembram que não existem evidencias do contrário, de transmissão da Covid-19 para seres humanos a partir de animais, como cães e gatos. “Reforçamos que qualquer tentativa de abandonar ou maltratar os animais é condenável e não se justifica”, destacam.

Foram analisadas amostras de animais que estiveram em duas clinicas veterinárias da cidade do Rio de Janeiro, entre os meses de junho e agosto de 2020. Foram examinados 96 animais, de estimação e em situação de rua que foram acolhidos por ONGs (49 gatos e 47 cachorros).

Os anticorpos para o coronavírus foram detectados no soro de um gato e um cachorro, através de uma metodologia de ensaio sorológico, conhecida como “teste de neutralização por redução de placa”.

Os animais também foram testados com o PCR , contudo nenhum deles apresentou resultado positivo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários