Conheça também as raças mais peludas e técnicas para escovar da maneira certa

Apesar de muitos gatos serem independentes e mais retraídos, precisam de inúmeros cuidados e de tanto carinho quanto qualquer outro animal. Quando não está bem de saúde alguns sinais podem denunciar, como é o caso do pelo de gato. Um casaco brilhante, sedoso e que cai pouco normalmente é sinônimo de boa higiene e de alimentação balanceada .

Escovar pelo de gato é importante para retirar nós e pelos mortos, além de aumentar o brilho
Reprodução/ Shutterstock
Escovar pelo de gato é importante para retirar nós e pelos mortos, além de aumentar o brilho

Porém, o processo de tratamento de pelo de gato exige paciente do tutor, porque nem todos são abertos a esse tipo de toque e podem ficar aflitos . Por isso, algumas dicas podem ajudar bastante e garantir um momento mais tranquilo para ambos. E para isso é necessário entender qual escova usar, quando e de que forma aplicá-la.

Importância da escovação

Passar a escova no felino significa eliminar possíveis insetos, como pulgas , além de ativar a circulação sanguínea e tirar nós. Além disso, tira os pelos mortos e reduz consideravelmente a quantidade daqueles caídos pela casa, grudados no sofá e nas roupas. A outra vantagem é o fato de ativar os óleos corporais dele, que se espalham aumentando o brilho e a maciez. Há, ainda, o fato de evitar a formação de bolas de pelos, diariamente engolidas por muitos bichanos.

Pelo longo, médio e curto

Cada tipo de pelagem demanda um cuidado específico. O longo precisa de pelo menos 15 minutos de escovação, no mínimo três vezes por semana. Já o médio pode ser resolvido com duas vezes e o curto apenas uma. 

+Como dar banho em gatos

Os três tipos de escovas indicados para uso
Reprodução/ Pinterest
Os três tipos de escovas indicados para uso

Materiais necessários

O indicado é usar duas escovas: uma de cerdas e um pente de aço. Normalmente os de pelo compridos precisam de algo mais resistente, como é o caso do pente, para retirar os nós com mais firmeza. Se o pelo é curto as cerdas macias já são suficientes.

Mas é claro que devem ser próprios para felinos e não para cães. Por isso, busque orientação na hora de comprar.

Uma toalha ou pano para agrupar os pelos caídos é uma boa opção. Se for de camurça ou de um material que grude a pelagem é ainda melhor. 

Técnicas

Evite pegar o gato em um momento de brincadeira  ou distração. Faça carinho aos poucos até deixá-lo bem tranquilo e relaxado. Depois, gradualmente e com delicadeza passe a escova na pelagem, sempre tomando cuidado para não machucá-lo, e seguindo na direção do pelo, nunca no sentido contrário.

Use primeiro a escova de cerdas macias por todo o corpo, começando da cabeça até a cauda. Então, pegue o pente de aço para retirar as sujeiras e quaisquer insetos. Por último, as cerdas duras ajudam tirar pelos mortos.

Como escovar pelo de gato e deixá-lo mais brilhoso e saudável
Reprodução/ Shutterstock
Como escovar pelo de gato e deixá-lo mais brilhoso e saudável

Na hora de tirar nós, tenha paciência e tempo para fazer isso. Além disso, segure o pelo desde a raiz na hora de puxá-lo, assim o processo não será dolorido para o pet. Durante o processo, vá limpando a escova e retirando o excesso de fios. Se a cauda for muito cheia, separe em duas partes e escolha um lado para penteá-la.

Tipos de pelo de algumas raças

As raças de gato mais comuns no Brasil , de pelo longo, são: Maine Coon, Ragdoll, Persa, Himalaia, Siberiano e Angorá. De pelo curto são: Burmese, British Shorthair e Siamês.

E agora, ficou mais fácil cuidar do pelo de gato?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.