Keith fez com que sua tutora comprasse trancas para armários e geladeiras para que ele não roubasse comida, não adiantou
Reprodução/Instagram/keith_the_cat_cow
Keith fez com que sua tutora comprasse trancas para armários e geladeiras para que ele não roubasse comida, não adiantou

Sara Matthews trabalhava como voluntária em um abrigo para animais, um dia um gato subnutrido apareceu por lá e precisou passar por uma dieta especial, preparada por um veterinário. No entanto, o gatinho escapava de sua gaiola para ir roubar ração dos outros gatos.

Sara conta que sua filha, Charlie, era apaixonada pelo bichano e, como uma surpresa para o aniversário de 10 anos, ela decidiu adotar o animal, que foi batizado de Keith. O que ela não esperava era que, após tantos anos, teria novamente que usar trancas para proteger portas de armários e a geladeira.

Keith tem um sério problemas com comidas e está sempre tentando pegar algo para degustar, o que o leva a ter um peso muito acima do ideal. “Nós temos travas infantis na geladeira desde que compramos Keith. No começo, ele subia quando nós abríamos a porta, e eu estava tão preocupada que ele ficasse preso sem que percebêssemos”, conta a tutora, ao Metro.

Já foi gasta uma boa fortuna em dietas e tratamentos para o gatinho que, quando está com seu alimento controlado, começa a revirar a lixeira dos vizinhos. Até chips em comedouros dos outros gatos da casa a família colocou, para que Keith não comece a comida a mais.

Você viu?

“Comprei alimentadores de microchip para os meus outros gatos, que só devem ser acessíveis para o gato que usa a coleira específica. Keith encontrou quatro maneiras diferentes de entrar neles”, disse.

Não se sabe ao certo qual é a causa para seu distúrbio com comida, mas nada que façam surte efeito. Apesar de seu tamanho e peso muito maior do que o de um gato adulto comum, Keith é um gato muito ativo e feliz, que está sempre ao lado de Charlie, que tem autismo.

Keith não tem nenhum problema de saúde causado pela obesidade, mas a família se preocupa com o que pode lhe acontecer no futuro, como desenvolver diabetes.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários