Guia de Bichos
Pelado Peruano - undefined

Pelado Peruano

  • Nome no Brasil: Pelado Peruano
  • Nome original: Perro sin pelo del Peru
  • País de origem: Peru
  • Tipo de pelo: Curto

Tudo sobre Pelado Peruano

Porte: médio
Área de criação: pequena
Energia: média
Temperamento: amigável

Descrição

  • Porte: pequeno, médio e grande
  • Função original: companhia
  • Altura do pequeno: 25 a 40 cm
  • Altura do médio: 40 a 50 cm
  • Altura do grande: 50 a 65 cm
  • Peso do pequeno: 4 a 8 Kg
  • Peso do médio: 8 a 12 Kg
  • Peso do grande: 12 a 25 Kg
  • Expectativa de vida: 15 a 20 anos
  • Temperamento: inteligente, alerta, carinhoso, brincalhão, leal
  • Pelagem: não possui pelo no corpo, apenas na cabeça
Escala de 1 a 5
  • Para tutores de primeira viagem: 4
  • Energia: 3
  • Inteligência: 5
  • Facilidade de adestramento: 4
  • Como cão de guarda: 2
  • Adapta-se ao calor: 4
  • Adapta-se ao frio: 2
  • Adapta-se a vida em apartamento: 5
  • Necessidade de atividade física: 3
  • Fica bem sozinho: 2
  • Relacionamento com crianças: 3
  • Relacionamento com estranhos: 3
  • Tendência a latir: 3
  • Tendência a obesidade: 2

Semelhante ao Pelado Mexicano, essa raça também apresenta três tamanhos possíveis e todas não possuem pelos. A única pelagem aceita na raça fica na região da cabeça, na ponta da cauda e nas extremidades e pode ser preta, marrom, cinza e tons avermelhados. Seu corpo é esbelto e com proporções equilibradas.

O Cão Pelado Peruano é uma raça anciã e possui registros já no séc. I d.C. Exatamente por causa dessa característica fica muito difícil saber com precisão sua origem, alguns acreditam que os ancestrais do cachorro são oriundos da Ásia, outros da África, a verdade é que ele é a única raça peruana e por isso foi reconhecido oficialmente como patrimônio nacional desse país. 

Conhecido como Perro Sin Pelo del Peru em seu país de origem, esse animal é considerado raro até no Peru. Uma explicação para a escassez de exemplares é a forma como os colonizadores trataram esses cães que não foi nem de longe das melhores. Mas de alguma forma alguns deles sobreviveram, evitando a extinção. Estudiosos devem isso a famílias que viviam no interior e tinham pouco contato com os locais mais colonizados. Até hoje em dia é mais fácil encontrar um Peruvian Hairless Dog em comunidades incas que vivem nas montanhas. 

A raça é reconhecida pela Fédération Cynologique Internationale (FCI), pelo American Kennel Club (AKC) e pelo UKC. 

Características

Uma raça calma e amigável. Relaciona-se bem com crianças e outros animais, principalmente se for treinado desde filhote para receber ordem de humanos. Com estranhos é desconfiado e sempre atento, característica que faz dele um bom cão de alerta.

Mas a principal característica do Pelado Peruano é a ausência de pelo no corpo, uma das poucas raças de cachorro que apresentam essa particularidade no mundo. Talvez ele tenha um pouco de pelo no topo da cabeça, nas orelhas e nas patas, mas isso não acontece sempre. 

  • Esbelto e elegante
  • Pescoço longo
  • Pernas finas
  • Corpo bem construído
  • Rabo fino, duro e de tamanho médio
  • Orelha triangular e ereta
  • Focinho levemente alongado
  • Olhos pequenos
  • Cor única ou com pequenas manchas pelo corpo

Cuidados básicos

O principal cuidado do dono de um Pelado Peruano será com sua pele. A ausência de pelo faz com que o animal fique desprotegido do frio, de problemas que a luz solar pode causar e com falta de hidratação, por exemplo. Será necessário passar protetor solar na quantidade e frequência indicadas pelo veterinário. No frio ele precisará usar roupa para conseguir manter a temperatura corporal. Além disso, não há presença de folículo piloso e por isso não ocorre uma hidratação natural da pele, isso precisa ser corrigido com o uso de cremes. Evite comprar marcas desconhecidas de produtos para usar na pele desse cachorro ela é muito sensível e pode desenvolver alergias. 

Quanto aos banhos eles devem ser evitados ao máximo, quanto mais contato com água, shampoo ou sabão a pele do cão tiver, menos oleosidade e hidratação ela apresentará. Os produtos usados durante esse procedimento precisam ser indicados pelo veterinário. 

Não possuem uma energia muita alta e por isso o dono não precisa se preocupar muito com a questão do gasto de energia. Passeios diários para fazer as necessidades e estimulo para brincadeiras já são suficientes. 


Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal e pode ser encontrada nas embalagens. No caso do Pelado Peruano irá depender se a raça é do padrão Standard, Intermediário e Miniatura. Deve-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e manter água à vontade. A qualidade da ração é fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Até os doze meses, o Pelado Mexicano é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 95 a 145 gramas por dia para o padrão Standard, de 95 a 160 gramas por dia para o padrão Intermediário e de 95 a 110 gramas por dia para o padrão Miniatura. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.

A partir de um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 125 a 195 gramas por dia para o padrão Standard, de 125 a 160 gramas por dia para o padrão Intermediário e de 55 a 95 gramas por dia para o padrão Miniatura.

Espaço para criação

Essa raça pode se adaptar bem em apartamento independente do tamanho, mas deve ser exercitada diariamente. O Pelado Peruano precisa de disciplina e atenção e preferencialmente deve ficar perto dos donos. Ficam menos agitados depois que crescem um pouco. A ausência de pelo facilita o contagio por parasitas por isso é recomendado que o cão viva, preferencialmente, dentro de casa.

Saúde

O Cão Pelado Peruano costuma apresentar boa saúde desde que os cuidados necessários sejam feitos de forma correta. Por ter a pele sensível e ausência de pelo pode apresentar alergias e infecções, além de queimaduras. Ressecamento também é um problema que pode aparecer na epiderme. 

Problemas nos olhos, nos dentes e no fígado também podem aparecer. Evite oferecer comidas gordurosas para o cão. Mantenha sempre contato com um veterinário de confiança.  

Curiosidades

Por que ter um Cão Pelado Peruano em casa?

Para aquelas pessoas que são alérgicas a pelo ou que tem pavor de encontrar alguns caídos e espalhados pela casa esse cachorro é o ideal por não ter nenhum desses problemas. Ele também não precisará de muitos banhos, a frequência não chega nem a ser mensal. 

Além disso é muito inteligente e se treinado desde cedo não apresentará problemas comportamentais. É companheiro e ama estar perto de sua família. Se dá muito bem com crianças. 

Por que não ter um Cão Pelado Peruano em casa?

Essa raça é muito rara, inclusive no Peru, seu país de origem, por isso será muito difícil encontrá-la. Além disso o dono precisa ter muito cuidado com a pele sensível do animal, ter dinheiro para investir em protetores solares especiais, hidrantes e produtos mais caros. 

Conheça outras raças de cães