Temido por muitos, o Pitbull é um cão inteligente, leal e fofo
Reprodução
Temido por muitos, o Pitbull é um cão inteligente, leal e fofo

O cão da raça American Pit Bull Terrier, mais conhecido somente como “Pitbull”, sempre dá muito o que falar. Com seu porte grande e cara de malvado, muitas vezes é temido e é atrelado a um comportamento agressivo. Justamente por isso, ele é muito escolhido para ser cão de guarda. Mas se engana quem pensa que a raça não é pura fofura, carinho, lealdade e inteligência

Os pitbulls sempre chamam muita atenção pelo porte físico e atlético. Ele é um pet extremamente ativo com alta necessidade de passeios, brincadeiras e exercícios físicos. Com músculos aparentes, ele necessita de uma alimentação reforçada para se manterem saudáveis. De acordo com informações da rede Petz, em média, um pitbull adulto costuma viver até 14 anos, ter 50 cm de altura e pesar 30 kg.

Muitas pessoas têm uma imagem negativa da raça, associando-a a agressividade e violência. Mas muitos tutores desse tipo de animal afirmam que ele é de pet generoso e leal, além de ser um excelente companheiro – sendo a criação do animal um dos fatores mais importantes para a construção do comportamento e da personalidade dele.

Ao contrário do que muitos pensam, o pitbull é muito dócil, principalmente com as crianças. A atenção dada aos pequenos dá ao pitbull a famosa de cachorro-babá. Um dos maiores exemplos do jeito dócil da raça de cachorro Pitbull está nos Estados Unidos: o gigante Hulk, de 80 kg, ficou famoso por seu tamanho e por cuidar dos bebês Jordan e Jackson.

Hulk faz sucesso na internet como
Reprodução
Hulk faz sucesso na internet como "o maior pitbull do mundo" e como babá


Você viu?

Apesar disso, é necessário cuidado ao manter crianças próximas ao pitbull.Primeiro elas precisam conquistar a confiança do cachorro para que ele permita ser tocado pela primeira vez.

O pitbull está sempre atento ao seu tutor, fazendo o possível para agradá-lo, atendendo a ordens ou dando muito carinho. É comum que eles se deem melhor com outras pessoas do que com outros animais. Mesmo pessoas com quem o pitbull não tenha muito contato ele poderá ser muito amigável, desde que tenha sido treinado a confiar em estranhos e para fazer amizades.

O adestramento do pitbull geralmente é fácil de fazer, já que ele é considerado um cão muito inteligente. A utilização de alguns acessórios deixará as lições mais fáceis e mais interessantes para o o pet. Bastões, círculos e outros brinquedos também vão deixar o adestramento bem mais divertido.

Recompensá-los com biscoitinhos é sempre uma boa pedida, assim como fazer bastante carinho após o aprendizado. O ensinamento comportamental deve facilitar o convívio do animal com outras pessoas e a organização da casa.

Pitbull Frida faz sucesso na internet com sua fofura
Facebook/ Woof Woof
Pitbull Frida faz sucesso na internet com sua fofura



Saúde
Entre os problemas de saúde mais comuns estão a obesidade e problemas no quadril. Por isso, a raça precisa fazer sempre exercícios físicos e ter uma dieta balanceada.

De forma geral, o pitbull é um cachorro muito saudável, que não costuma apresentar problemas de saúde com frequência. Para mantê-lo assim é fundamental que o tutor ofereça uma ração com os nutrientes e valor calórico balanceado – o que deve ser definido caso a caso por um veterinário especialista.

Os problemas de pele também podem afetá-lo com facilidade. Por isso, as idas regulares ao veterinário devem fazer parte do calendário do tutor e do animal, principalmente se surgirem manchas na pele e excesso de peso.

Apesar de curtos, os pelos do pitbull precisam ser penteados como os de qualquer pet, já que o movimento feito ajuda a remover os pelos mortos e auxilia o nascimento dos novos.

Além disso, as escovações semanais fazem parte do cuidado com a pele — um dos pontos fracos o pitbull, que pode desenvolver diversas doenças — evitando possíveis complicações dérmicas. É importante utilizar uma escova com o tamanho das cerdas adequado para pelos curtos.

Não se sabe ao certo a origem do pitbull
Banco de imagens/freepik
Não se sabe ao certo a origem do pitbull




Origem
Existem várias teorias sobre a história dos pitbull e como ele teria sido originado, mas não se sabe ao certo onde surgiu a raça. Muitos acreditam que os pitbulls venham do reino unido, onde inicialmente eram criados para lutar. De acordo com a rede Petz, os primeiros da raça na América eram utilizados para ser cães de guarda em pastos de gado e ovelhas.

Diversas raças podem ser atreladas à origem do Pit Bull. O American Staffordshire Terrier e o Staffordshire Bull Terrier são alguns exemplos. Acredita-se que ele é descendente do Bulldog Inglês.

Também não é descartada a hipótese da descendência grega, já que a raça também tem traços dos cães molossos. Alguns admiradores acreditam que o Pit Bull surgiu do cruzamento entre Bulls e Terriers.

Apesar da sua popularidade, o American Pit Bull Terrier não é reconhecido pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBCK). No entanto, o American Kennel Club (AKC), um dos maiores clubes de genealogia do mundo, registrou a raça.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários