Cocoa, a gata comunitária de um escritório nos Estados Unidos, estava acima do peso. Pensando nisso, seus donos compraram um alimentador eletrônico – daqueles que liberam comida no horário programado, evitando que o pet coma mais do que precisa. 

Leia também: Cão espera tutor que morreu da Covid-19 por quase 3 meses em hospital

Mesmo assim, a gata continuava engordando, e ninguém sabia o motivo. Até que um dia, ouviram ela miando de forma dramática, como se estivesse com dor. Quem trabalha no mesmo escritório e não sabia da dieta da pet, dava mais comida para ela, com pena, pensando que ela estava passando fome. 

Desta forma, Cocoa nunca conseguia fazer dieta. "O veterinário mandou a gente cuidar do peso dela, já que ela é uma senhora de 15 anos", contou Lexa Travers. Para resolver o problema que nem o tal alimentador eletrônico estava ajudando, Lexa resolveu colar um aviso no aparelho. 

gata
Facebook/ Lexa Travers
Gata esperando alimentador eletrônicos

"A gata é dramática e vai tentar te manipular. Ela já fez isso antes. Não caia nessa, alimentando-a novamente. Olhe para ela, parece que ela está passando fome?" diz o aviso. 

    Veja Também

      Mostrar mais