Aloe, nome dado à  cadela pela organização que a salvou, foi encontrada por algumas crianças que passavam com seu corpo 100% coberto por  piche , uma substância química muito pegajosa. A cachorrinha não conseguia nem se mover.

Leia mais: Astronauta reencontra seu cachorro após 328 dias no espaço; vídeo é emocionante

Cachorra 100% coberta pela substância piche arrow-options
Reprodução/ Facebook
A cachorra foi encontrada por algumas crianças que passavam pela região

A organização argentina sem fins lucrativos "Proyecto 4 patas", com a ajuda de alguns voluntários, rapidamente se mobilizou a ajudar Aloe. Foram necessários 8 voluntários, 9 horas de trabalho sem parar, 50 litros de óleo e 3 banhos para conseguir salvá-la completamente. 

Quatro pessoas dando banho em cachorra coberta de piche arrow-options
Reprodução/ Facebook
Foram necessárias 9 horas de trabalho sem parar para salvá-la

Não ficou claro se Aloe caiu no piche sozinha ou se por alguma razão alguém a empurrou. A organização contou ao site Bored Panda que independente do que aconteceu, todos os animais devem ter o direito à vida e o direito de não sofrer. 

Leia mais: Luisa Mell denuncia brincadeira de criança com cachorro; veja vídeo

Aloe agora se encontra totalmente saudável, limpa, feliz e recuperada

Cachorra marrom posando para foto arrow-options
Reprodução/ Facebook
Aloe já está totalmente limpa e saudável


    Veja Também

      Mostrar mais