Tamanho do texto

Apesar de ter sofrido com a morde de seus filhotes, a gata Kathryn descobriu que a maternidade vai além de sua espécie

A vida da gata Kathryn não foi nada fácil. Encontrada em um apartamento abandonado, a pet tinha acabado de ter seus filhotes - que infelizmente não sobreviveram. A gatinha é muito carinhosa, mas não conseguiu encontrar um lar para chamar de seu, e por isso Izelle Marallich, que mora na África do Sul, resolveu ficar com a pet.

Leia também: Mulher encontra pet que parece ser o gato mais triste do mundo

Gata com seus filhotes adotados arrow-options
Facebook/ Langebaan Animal Care
Gata com seus filhotes adotados


"Ela não tinha medo de nenhum dos meus cães resgatados e é extremamente carinhosa", contou Izelle ao The Dodo. A mulher é uma das voluntárias do Langebaan Animal Care, um abrigo de animais na África do Sul. "Infelizmente ela ainda estava de luto, e chorava procurando por seus bebês", completou Izelle sobre Kathryn. 

Gata e filhote de cachorro adotado por ela arrow-options
Facebook/ Langebaan Animal Care
Gata e filhote de cachorro adotado por ela


Felizmente isso mudou quando a sul-africana se voluntariou para dar lar temporário a uma ninhada de cães. A gata imediatamente criou um laço com eles, indo amamenta-los quando eles choravam por comida e dormindo abraçada com eles. Aos poucos os filhotes de acostumaram com a presença da gata, començando até a mamar como se fossem filhos dela. 


Mesmo os cães já tendo encontrado uma nova família, Kathryn continua dando apoio aos filhotes órfãos que chegam na casa de Izelle, provando que para a gata, ser mãe ultrapassa barreiras de espécie.