Tamanho do texto

Bentley ganhou uma família e uma nova chance de viver quando foi adotado no mesmo dia em que seria morto

O último dia 17 foi considerado o “Clear The Shelter Day”, ou seja, “Dia de Limpar o Abrigo de Animais”. Isso significa que diversas pessoas ao redor dos Estados Unidos se reuniram para ir aos abrigos e adotar cães e gatos , já que muitos deles seriam eutanasiados em datas próximas.

Leia também: oto de criança e cachorro usando roupinhas iguais conquista a internet

Ivy Liynn e seu marido decidiram que aquela era a data perfeita para adotar um animal de estimação. Eles foram até um abrigo, e pediram para ver a lista dos pets que seriam sacrificados caso não fossem adotados. Foi nesse momento que eles viram o nome de Bentley, um  filhote abandonado de sete meses que seria morto naquele mesmo dia, só que de noite, caso não encontrasse um lar.

filhote abandonado com cone arrow-options
Facebook/ Ivy Lynn
Bentley, o filhote abandonado, no dia de sua adoção


Como ninguém pareceu ter interesse em Bentley, o casal viu nele uma oportunidade de salvar uma vida. “No começo ele estava bem tímido, e foi difícil levá-lo do canil até o carro”, conta Ivy no Facebook. “Agora ele tem uma casa, morde brinquedos e outras coisas que não deveria, como um filhote de sete meses deve fazer”, continua. “Estou muito feliz, escrevendo isso com Bentley deitado no meu colo”, completa.

Leia também: Boxer se inspira em "Chico destruidor" e faz bagunça na sala

O cão ganhou uma família, e a cada dia que passa Ivy e seu marido estão ganhando a confiança dele.  A diferença no olhar do pet é enorme em comparação a quando ele estava no abrigo, sozinho, para agora, com uma casa e muito amor.

cão feliz no sofá arrow-options
Facebook/ Ivy Lynn
Bentley feliz após adoção