Tamanho do texto

O animal vivia em um santuário de animais em São Paulo desde que foi retirada de um zoológico no Piauí, onde não era bem cuidado; ele morreu após uma convulsão decorrente de um tumor

Rowena, a ursa que comoveu o país no ano passado morreu no santuário de animais Rancho dos Gnomos, em São Paulo, nesta quarta-feira (24). O comunicado foi feito em uma rede social da instituação, nele a veterinária que acompanhava o animal disse que há uma semana Rowena mudou o padrão de alimentação, começou a sentir desconfortos abdominais e acababou morrendo após uma convulsão decorrente de um grave tumor no útero, descoberto posteriormente na autópsia. 

Leia também: Vídeo mostra cachorro na garupa da moto tentando se equilibrar

ursa deitada no chão arrow-options
Reprodução Instagram
Ursa Rowena no santuário para animais

Quando ainda se chamava Masha, a ursa Rowena ficou conhecida como a "mais triste do mundo" depois que a situação em que vivia em um zoológico no Piauí foi divulgada. O animal sofria com o calor do local e chegou a pesar metade do peso desejado para sua espécie. Houve uma comoção maciça na internet e um abaixo-assinado ajudou na transferência para o santuário de animais em São Paulo. 

Transferida em um avião da FAB para o Rancho dos Gnomos, a ursa passou a receber amor e todos os cuidados necessários. Ela ganhou o novo nome - Rowena, que significa recomeço - e se tornou um animal completamente diferente. A história inspirou o livro "Amiga Ursa", de Rita Lee. 

antes e depois arrow-options
Reprodução Instagram
Antes e depois da ursa Rowena


A publicação feita pelo Rancho dos Gnomos no Instagram resume o que foram os 10 meses vividos no local para Rowena. "Ela segue seu caminho deixando saudades, mas estamos certos de que em seus últimos meses pôde desfrutar de tudo que lhe foi roubado durante a vida, como a dignidade, a compaixão, a benevolência e o respeito."