Tamanho do texto

O vídeo do tutor Luiz tentado dar comida para o Golden Retriever Mikenelson viralizou nas redes sociais

Boa parte dos cachorros têm o problema de comer a ração muito rápido, o que pode até fazer mal para a saúde. Mas para Mikenelson, um Golden Retriever de 6 anos que viralizou nas redes sociais, a situação é completamente diferente: ele só come a ração colocada em seu comedouro depois que seu tutor Luiz Felipe canta para ele. 

cachorro da raça Golden Retreiver
Reprodução Facebook
Mikenelson só come quando seu dono canta uma música


Um vídeo que registra o momento do jantar foi compartilhado pela dona do cachorro em um grupo do Facebook e fez muito sucesso. Nas imagens é possível ver os irmãos de Mikenelson, outro cão chamado Diamente e uma gata, comendo. Enquanto isso o Golden espera que seu dono cante, enquanto isso não acontece ele faz tudo - olha para a comida, bebe água, sen no chão -, menos comer. 

Então Rafael começa a cantar e Mikenelson a comer. Sua dona, Carla Altmann, quem filmou o momento, começa a rir e diz "Pronto! Agora ele vai comer. É todo dia isso, eu não consigo acreditar". 

A história por trás da mania de Mikenelson é emocionante. Carla, que mora em Toledo, no Paraná, contou em entrevista para o site GaúchaZH, que o cachorro foi doado por um amigo de um ex-namorado que o deu de presente para ela. Mike nasceu em uma fazenda que explorava os animais para vendê-los e como ele não tinha os traços específicos da raça foi sendo rejeitado até encontrar Carla. 

"Ele é um cachorro traumatizado por causa dessa experiência. Tem muitas cicatrizes no rabo, tem medo de trovões e muito medo de homens. No início era muito assustado, fazia xixi com qualquer movimento que eu fazia", contou Carla. 

Um dos problemas enfrentados era a dificuldade de fazer Mike se alimentar e a saída era misturar biscoitos e patês na ração. Mas quando Luiz, que é adestrador, passou a morar com Carla, começou a tentar mudar isso, até que a solução musical foi encontrada. 

A expriência de Luiz na sua profissão também serviu para ajudar com outros traumas, como o medo de homens. 

Além de Mike, Carla e Luiz têm outros três cachorros e três gatos. "Somos uma família feliz, todos os bichinhos têm vida de rei aqui", finaliza Carla.