Tamanho do texto

Após ser resgatado do furacão Harvey, o pet ficou muito aterrorizado com pessoas e não permitia que ninguém se aproximasse

Harvey é um cão resgatado do furacão de mesmo nome, que há pouco tempo atingiu o solo do Texas, nos Estados Unidos. Ele teve a sorte de ser adotado após a catástrofe e quem o escolheu foi Abby Schulte. Porém, o pet estava muito aterrorizado com qualquer pessoa, ele só permitia que sua nova dona se aproximasse. 

Saiba mais:  Cachorra cai em lago congelante e é resgatada por bombeiros

Esse medo do cão poderia ser um problema para Abby, pois ela namora Ethan há dois anos e em algum momento eles iriam se conhecer. No entanto, ela mal poderia imaginar o quanto um iria gostar do outro.

O primeiro encontro aconteceu alguns dias depois da adoção, após Harvey se instalar e se sentir confortável na casa. Então, assim que Ethan chegou, aconteceu algo mágico: ao invés de sentir medo, o cão se apaixonou à primeira vista pelo namorado e eles se tornaram melhores amigos. E o sentimento era mútuo. 

"Harvey ficou imediatamente confortável com a presença de Ethan. Foi inesperado ver o quanto eles gostaram da companhia do outro. Não sei porque eles se aproximaram tão rapidamente, mas gosto de pensar que é porque Harvey sabe escolher boas pessoas", disse Abby em entrevista ao site americano The Dodo. 

Mais:  Filhote que seria trocada por Iphone é resgatada a tempo

Depois daquele primeiro encontro, ficou claro que Ethan é a pessoa preferida de Harvey. A dona adora a relação dos dois, mas confessa que às vezes se sente excluída. Como prova, postou recentemente em seu Twitter um vídeo do pet no colo do namorado dando várias lambidas carinhosas. 

Leia também:  Conheça Chiquinho, o gato motoqueiro que é um sucesso na internet

"Às vezes eu fico com um pouco de ciúmes do quanto Harvey ama Ethan, mas eu sei que ele me ama também, então eu sempre supero isso", comenta Abby. É bonito ver como o cão conseguiu superar seu trauma e começou a se abrir para novas pessoas .

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.