Tamanho do texto

O Border Collie de apenas um ano de idade tinha doenças e queimaduras na pele que tornavam qualquer contato muito doloroso

Mudar de vida, começar do zero. Na maior parte das vezes essa é a saída quando nada está dando certo e parece não haver uma solução. Foi isso que Curtis Hartsell decidiu fazer com um cãozinho de um ano de idade da raça Border Collie que sofria com uma grave doença de pele: ele adotou, tratou a saúde do bichinho e mudou o nome de Kong para ZIb. 

+ 13 fotos de amizades improváveis entre animais que irão encantar seu dia

O cachorro que teve seus cuidados muito negligenciados no início da vida foi resgatado e levado para um abrigo Claremore, Oklahoma, Estados Unidos. Ganhar carinho e brincar não faziam parte da rotina do animal que sofria com queimaduras de sol e doença de pele grave, o que tornava o toque algo muito doloroso.

O cachorrinho sofria com uma grave doença de pele
Reprodução/ Curtis Hartsell
O cachorrinho sofria com uma grave doença de pele

No Border Collie Rescue & Rehab ele ganhou todo o tratamento médico que precisava e retomou sua saúde, mas ainda faltava algo essencial: o amor, o toque de um dono carinhoso que pudesse cuidar dele como merecia. O bichinho então ganhou um perfil em um site de resgate e sua história ficou conhecida. Foi assim que encontrou Curtis, seu futuro dono. 

+ Fotos do antes e depois de cachorro resumem o que é a adoção

"Eu olhei o perfil dele e me apaixonei à primeira vista, com apenas uma foto e a pequena descrição que havia", contou Curtis para o site de notícias americano The Dodo. "A dona temporária decreveu seu temperamento e personalidade e eu descrevi minha vida para ela e ela disse que parecíamos ter sido feitos um para o outro". 

Curtis sabia que Curtis deveria ser seu animal de estimação
Reprodução/ Curtis Hartsell
Curtis sabia que Curtis deveria ser seu animal de estimação

Depois de alguns processos de aprovação, a adoção foi concretizada e o dia de Curtis conhecer Kong chegou. A primeira decisão para marcar o recomeço foi trocar o nome do cão para Zib. 

"O Zib original era apenas um cachorro perdido que ficou rodeando uma base soviética e acabou sendo mandado para o espaço como teste. Senti que esse era o nome adequado para o meu Zib, ele era um cão perdido até que alguém o resgatou e o trouxe de volta a saúde. Agora eu e ele vamos às estrelas juntos", explicou Curtis.

+ Cão tem ideia genial para manter os donos em casa e não ficar sozinho; confira

O cachorrinho e o dono nunca foram tão felizes como estão sendo agora. Zib deixou para traz a doença de pele e seu passado assombroso, hoje ele não consegue parar de abraçar e receber carinho. Já Curtis deixou toda a preocupação de realmente conseguir ter um animal de estimação dentro da rotina corrida e é o melhor dono que o pequeno Border Collie poderia ter. 

Curtis e Zib nunca estiveram tão felizes
Reprodução/ Curtis Hartsell
Curtis e Zib nunca estiveram tão felizes


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.