undefined
Reprodução Facebook
Marrom foi na ambulância com seu dono, um morador de rua

Está na rotina dos profissionais de saúde socorrer e tratar pessoas doentes, mas um caso chamou atenção de quem trabalha no Hospital Humanitária, em Limeira, São Paulo. A emergência foi acionada para um morador de rua com dificuldades respiratórias. Quando os paramédicos chegaram ao local perceberam que havia um cachorro desesperado ao lado do homem. 

+ Cachorro abandonado ganha emprego em posto de gasolina

Foi aí que entenderam que aquele morador de rua tinha algo muito mais valioso do que bens materiais, a amizade e lealdade do seu cão Marrom. Percebendo a situação, os profissionais permitiram que o animal entrasse na ambulância e fosse com o dono até o Hospital. 

Marrom queria continuar acompanhando seu amigo, mas não conseguiu passar pela porta da sala de emergência, já que haviam outras pessoas doentes no local e foi decidido que era melhor não deixá-lo entrar. Mas o cachorro não se abalou e decidiu ficar na parte de fora esperando o dono, que acabou sendo internado na UTI. 

Jairo Xavier, um funcionário do local compartilhou a história em seu Facebook. "Ele está simplesmente esperando deitado, quietinho, muito comportado. Mas pode esperar, Marronzinho, logo devolveremos seu amigo.". 

+ Grupo tenta salvar cachorro doente e acaba se surpreendendo com descoberta

Enquanto isso os médicos estão cuidando tanto do morador de rua, quanto do cãozinho. Marrom já foi levado para o veterinário e recebe água, comida e muito carinho todos os dias. 

undefined
Reprodução Facebook
Marrom está recebendo todos os cuidados necessários


    Veja Também

      Mostrar mais