Tamanho do texto

Os bichanos são animais extremamente independentes, mas isso não significa que não precisem de cuidados especiais

Donos de felinos, que conhecem bem a personalidade dos pets, afirmam que o gato é muito independente. De fato, os animais são autossuficientes quando comparados com outros bichos, como os cachorros, conseguindo se alimentar e se defender sem a intervenção humana.  Entretanto eles estão se tornando menos selvagens conforme o tempo passa, e isso já tem alguns efeitos no temperamento dos felinos.

Leia mais:  Vai deixar o gato em casa sozinho? Confira dicas e cuidados importantes

Um gato que já teve contato com seres humanos não é tão independente e precisa de nós para sobreviver. Por ter sido domesticado, o pet passa a necessitar de amor e atenção, assim como doses de vacinas, vermífugos e idas ocasionais ao veterinário sempre que demonstrar mudanças físicas ou comportamentais. 

Seria o gato realmente um animal independente?
Reprodução/ Shutterstock
Seria o gato realmente um animal independente?


Por que os gatos são tão independentes?

A independência dos gatos é uma característica própria da espécie. Tigres e leões, por exemplo, saem sozinhos para caçar e precisam ter autonomia para garantirem a própria segurança sem precisar de outros animais.

Um estudo da Escola de Ciências da Vida da Universidade de Lincoln (no Reino Unido) também constatou que, diferentemente dos cachorros, os gatos não precisam dos seres humanos para se sentirem protegidos. Esse comportamento não indica falta de afeto ou lealdade. O mesmo estudo apontou que os bichanos são mais vocais e expressivos com os donos do que com estranhos e tendem a demonstrar ansiedade quando são separados por muito tempo. 

Veja mais:  Fique atento às principais doenças que podem acometer os gatos

As vantagens da independência felina

A independência felina pode ser extremamente benéfica para aqueles que trabalham muito tempo fora de casa, visto que o pet exige menos cuidados e possuí mais autonomia.

Leia mais:  Identifique os sinais de um gato com depressão e saiba como ajudá-lo

Entretanto, o fato de ser independente não exime o futuro dono de fazer algumas adaptações ao seu lar para o bem estar do bichano. É importante instalar redes de proteção nas janelas, supervisionar o animal quando ele estiver andando em muros ou locais muito altos além de providenciar um cantinho só dele, pois muitas vezes o gato precisa se isolar. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.