Tamanho do texto

Talvez o que você pensa sobre castração não seja verdade, por exemplo

Muitas pessoas crescem e são criadas ouvindo certos mitos e acabam levando isso adiante. Essas mentiras podem se referir também à criação de cães e gatos. Vários tutores acham, por exemplo, que os gatinhos são frios por natureza, mas será que é verdade?

+Afinal, gato pode beber leite ou não?

Esses 5 mitos sobre cães e gatos vão te surpreender
shutterstock
Esses 5 mitos sobre cães e gatos vão te surpreender


Aqui embaixo vamos listar uma série de fatos que são pura ilusão dos tutores. Essa é a chance de tirar a dúvida sobre aquele assunto específico a respeito de cães e gatos

1. Só porque são da mesma raça os animais terão o mesmo temperamento

Assim como nenhum irmão tem a personalidade idêntica a do outro, no caso dos animais essa regra também é válida. Um Lhasa Apso não terá exatamente o mesmo temperamento que o outro que você pretende adotar.

Essa ilusão chega a levar muitas pessoas a abandonarem o pet porque ele não correspondeu às expectativas da raça. 

2. Transgênicos e rações são responsáveis pelo câncer nos animais

Câncer nada mais é que uma multiplicação maior do que o normal de células “danificadas". Várias dessas células nascem e crescem no nosso corpo todos os dias e se o organismo não consegue combater as células anormais, muitas vezes, é porque a imunidade está baixa. Isso acontece com todas as espécies animais, inclusive o humano.

Esses 5 mitos sobre cães e gatos vão te surpreender
Reprodução Bored Panda
Esses 5 mitos sobre cães e gatos vão te surpreender


+Ossos para cães podem prejudicar a saúde deles?

Apesar disso, algumas substâncias podem, sim, facilitar o crescimento dessas “células anormais”. Mas os alimentos transgênicos estão nessa lista, já que não há comprovação científica para isso. Quanto às rações, existem diversos tipos e marcas, com qualidades extremamente diferentes. Por isso é importante procurar o médico veterinário para se informar melhor. 

3. A castração deixa os cães mais calmos e tranquilos 

Ao ser castrado o cachorro passa pelo processo de retirada do órgão que controla a secreção do hormônio sexual. Em machos, os testículos e nas fêmeas, os ovários. Mas neste último caso o útero também é retirado.

É importante saber que as mudanças no comportamento do cão só ocorrem se as atitudes dele estiverem ligadas à sexualidade. No entanto, é comum não haver alteração na animação e na ansiedade do animal.  A tendência é ele continuar brincalhão, ativo e 'tomando conta da casa', como o instinto manda.

Esses 5 mitos sobre cães e gatos vão te surpreender
Reprodução
Esses 5 mitos sobre cães e gatos vão te surpreender


+Frutas podem complementar a alimentação animal?

Portanto, se a sua intenção era castrar o animal para que ele fique mais calmo, talvez não funcione.

4. Cruzar as fêmeas ajuda a prevenir doenças

Isso é um verdadeiro mito, porque a prevenção de doenças acontece só com a castração mesmo. 

5. "Meu cachorro vive em uma casa grande e não precisa passear"

Dizer que um cão que vive em um quintal grande não precisa passear é o mesmo que falar a um ser humano que ele não precisa sair, ver os amigos e caminhar. É importante o animal sair não só pelo exercício, mas para ter contato com outros animais, pessoas, cheiros novos e viver momentos fora de sua rotina em casa. 

+Algumas dicas podem te ajudar a escolher um passeador de cães

E aí, tirou as dúvidas sobre os mitos de cães e gatos?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.